Congresso aprova indenização a profissionais de saúde incapacitados pela Covid-19

Na última quarta-feira (17) o Congresso Nacional rejeitou vetos de 11 projetos de lei, que serão enviados ao presidente Jair Bolsonaro para virarem lei ou serem incorporadas nas leis já publicadas sobre o tema. Dentre elas, está o projeto que concede indenização aos profissionais de saúde tornados incapacitados para o trabalho por causa da Covid-19.

“O auxílio não pode ser visto como uma ajuda. A ajuda é antônima ao direito”, afirma doutor em Serviço Social

Sebrae mapeia dicas para funcionamento de salões de beleza durante a pandemia

Esse projeto, que concede indenização aos profissionais da linha de frente de combate à Covid-19 (PL 1826/20), foi vetado pelo presidente Jair Bolsonaro no ano passado, sob argumento de que a lei de repasse de recursos para os estados e municípios enfrentarem o período da pandemia proíbe a concessão de benefícios indenizatórios para agentes públicos.

O texto prevê indenização de R$ 50 mil para os profissionais que ficaram permanentemente incapacitados após a infecção. Segundo o projeto, terão direito profissionais como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais, agentes comunitários, técnicos de laboratório e outros que atuam na área.



Fonte: Brasil 61

COVID-19: Brasil vacina 80% da população alvo com duas dosesBloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade
Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *