MG: Carga viral do novo coronavírus no esgoto de BH aumenta nas últimas semanas

A carga viral, ou seja, a quantidade de cópias do novo coronavírus encontrada nas amostras de esgoto oriundo de Belo Horizonte (MG) permaneceu em um patamar elevado nas semanas epidemiológicas 9 e 10, que compreende o período entre 1º e 12 de março de 2021.

De acordo com o Boletim de Acompanhamento nº 33 do projeto-piloto Monitoramento COVID Esgotos, divulgado na última sexta-feira (19), a carga viral variou entre cerca 7 e 26 trilhões de cópias por dia nas semanas 9 e 10, respectivamente.

Ministério da Saúde amplia uso de Leitos de Suporte Ventilatório para outras unidades hospitalares

Congresso aprova indenização a profissionais de saúde incapacitados pela Covid-19

O resultado do levantamento notado na 10ª semana epidemiológica foi cerca de 45% superior à carga observada em julho de 2020, considerado um dos meses mais críticos da pandemia na capital mineira, quando foram registradas 18 trilhões de cópias.

O objetivo do projeto-piloto Monitoramento COVID Esgotos é controlar a presença do novo coronavírus nas amostras de esgoto coletadas em diferentes pontos do sistema de esgotamento sanitário de Belo Horizonte e Contagem, inseridos nas bacias hidrográficas dos ribeirões Arrudas e do Onça.



Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *