Anvisa recebe pedido de uso emergencial de mais dois medicamentos para tratar Covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebe pedido de uso emergencial de mais dois medicamentos para tratar Covid-19: a combinação de banlanivimabe e etesevimabe, da empresa Eli Lilly do Brasil Ltda. Nas primeiras 24 horas após o pedido é feita uma triagem do processo e verificação se os documentos necessários estão todos disponíveis. Caso falte informações importantes, elas serão solicitadas ao laboratório.

Segundo a Anvisa, para fazer essa avaliação, os técnicos utilizam um relatório emitido pela FDA (Food and Drug Admnistration) – autoridade regulatória americana –, além dos dados mostrados no processo e as informações apresentadas na reunião de pré-submissão, realizada com a agência em 15 de março deste ano.

Hospital Universitário de Sergipe tem cirurgia pioneira para tratar perda de olfato causada pela Covid-19

Atendimento psicológico para profissionais do SUS vai ser prorrogado até junho

A avaliação da autorização para uso emergencial de medicamentos contra Covid-19 leva até 30 dias, mas quando a documentação está completa, a Anvisa tem deliberado em até sete dias úteis. Não é levado em conta o tempo do processo em status de exigência técnica; que é quando o laboratório precisa responder a Anvisa sobre questões técnicas em relação aos medicamentos.



Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *