Setor do café deve receber R$5 bilhões para custeio e outras ações

Quase R$ 6 bilhões foram aprovados pelo Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC) para aplicação nas linhas de financiamentos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) para a safra 2021/22. São R$ 5,9 bilhões em créditos que servirão para custeio, comercialização, aquisição de café, capital de giro e recuperação de cafezais. O valor é maior do que na temporada anterior, quando foram destinados R$ 5,7 bilhões ao setor.

“O grande impacto dessa pandemia na questão econômica está nas micro e pequenas empresas”, afirma o deputado Alexis Fonteyne

Empresas da construção civil recebem dicas do Sebrae sobre processo de retomada da economia

A decisão foi tomada durante a 73ª reunião do CDPC, realizada nesta semana com a participação da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina. Mas antes de serem efetivamente liberados, esses recursos precisam ser aprovados também pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

Além disso, durante a reunião do conselho, também foi tratado sobre a isonomia das taxas de juros na contratação das linhas de financiamento, medida que depende da aprovação da área econômica do governo federal. A reunião do conselho foi realizada de forma virtual e ainda foi debatido a respeito de uma linha de financiamento para promoção do café brasileiro nos mercados interno e externo, com objetivo de divulgar a qualidade do produto e buscar novos mercados consumidores.
 



Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *