CPI da Covid-19: reunião de instalação do colegiado deve acontecer na próxima semana

A instalação da CPI da Covid-19 pode ocorrer já na próxima semana. Em sessão no Senado nesta quinta-feira (15), o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), fez a leitura da lista dos membros do colegiado, indicando que o próximo passo será a escolha da data para a reunião da comissão.

De acordo com o regimento do Senado, cabe ao senador Otto Alencar (PSD-BA) escolher a data e presidir a primeira reunião por ser o membro mais idoso da comissão. Por conta do feriado na próxima quarta-feira (21), a data mais provável para que ocorra a reunião de instalação do colegiado é na quinta-feira (22).

Na primeira reunião serão escolhidos o presidente, vice-presidente e relator da CPI. De acordo com o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), a tendência é que a comissão comece ouvindo especialistas e infectologistas, e não descartou a possibilidade de ouvir os três últimos ex-ministros da Saúde: Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello.

Primeiro passo

A CPI terá poderes de investigação equivalentes aos de autoridades judiciais. Primeiro, o colegiado deverá aprovar um plano de trabalho, proposto pelo relator, que deverá tratar das ações da comissão para cumprir o seu objetivo. Entre elas, podem estar a requisição de informações oficiais, a solicitação de auditorias e perícias, a intimação de testemunhas e a convocação de ministros de Estado.

No caso da CPI da Covid-19, quem deve dar as primeiras respostas sobre a situação são os epidemiologistas, segundo o Randolfe Rodrigues. “Temos que buscar a fonte da ciência. Estamos nesse atoleiro sanitário porque não foi ouvida a ciência”, disse o senador em coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira (15).



Fonte: Brasil 61

c

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *