CPI da Covid vai focar na compra de vacinas em audiências nesta semana

A CPI da Covid, no Senado, vai mirar suas atenções, nesta semana, para a compra de vacinas do Brasil. Nesta terça-feira (11), os senadores vão ouvir o depoimento de Antonio Barra Torres, diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
 
A agência é a responsável por autorizar o uso de imunizantes no país. A primeira liberação de vacina contra a Covid-19 ocorreu em janeiro, para a chinesa Coronavac. De lá para cá, outros três imunizantes receberam sinal verde para uso no Brasil: as vacinas de Oxford/Astrazeneca, Janssen e Pfizer. 

CPI da Covid: ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nega orientação de Bolsonaro para uso da cloroquina

CPI da Covid: ex-ministro Nelson Teich diz que pediu demissão por falta de autonomia e discordância sobre cloroquina

Covid-19: Quebra de patentes choca com medidas de fortalecimento da cooperação entre países e empresas
 
Antonio Barra Torres também deve ser questionado sobre os motivos que levaram a Anvisa a barrar a distribuição da vacina russa Sputnik V. A CPI requisitou que a agência apresente atas e registros em vídeos das reuniões em que se tratou o imunizante. 
 
Já na quinta-feira (13), os parlamentares recebem Marta Díez, presidente da Pfizer, no Brasil. A empresa norte-americana e o governo brasileiro negociavam vacinas desde o ano passado, mas o Executivo rejeitou as primeiras ofertas devido às cláusulas contratuais exigidas pela empresa, que à época não poderiam ser aceitas levando-se em conta a legislação nacional. 



Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *