Abate de bovinos cai 10,3% no primeiro trimestre do ano

Segundo os resultados da Pesquisa Trimestral do Abate de Animais, divulgada nesta quarta-feira (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os dados da produção animal para o primeiro trimestre de 2021 mostram que o abate de bovinos recuou 10,3%. Por outro lado, o de suínos teve alta de 4,9% e o de frangos aumentou em 2,4%, em comparação com o mesmo período de 2020.

Em relação ao quarto trimestre do ano passado, o abate de bovinos apresentou queda de 10,5%, o de suínos cresceu 0,2% e o de frangos ficou estável. Quanto à quantidade de animais abatidos no mesmo período analisado, as cabeças de bovinos também sofreram queda, enquanto os suínos e frangos tiveram acréscimo.

Já a aquisição de leite teve alta de 1,3%, chegando a mais de 6 bilhões de litros. As peças de couro caíram 6,6% na comparação anual e em relação aos ovos de galinha, foram produzidos mais de 900 milhões de dúzias nos três primeiros meses deste ano, o que representa uma queda de 0,1% na comparação anual.



Fonte: Brasil 61

Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *