Osmar Terra e Filipe Martins são esperados na CPI da Pandemia na próxima semana

A CPI da Pandemia marcou para a próxima semana os depoimentos do ex-ministro da Cidadania e deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) e do assessor internacional da Presidência da República, Filipe Martins. De acordo com senadores, os dois são suspeitos de integrar um gabinete paralelo, grupo extraoficial que aconselharia o presidente Jair Bolsonaro sobre a Covid-19. 

O depoimento de Terra está previsto para terça-feira (22) e o de Martins, para quinta-feira (24). Os senadores aprovaram inicialmente a convocação do deputado federal Osmar Terra, mas a convocação foi convertida em convite após pedido do presidente da Câmara, Arthur Lira, à CPI. O convite permite que ele decida por não comparecer ou deixar a reunião a qualquer momento. 

Analisando a comunicação na CPI da pandemia

CPI da Covid: Renan, Randolfe, Humberto Costa e os médicos a favor do tratamento precoce

Já Filipe Martins terá que explicar aos senadores sua participação em uma reunião com representantes da farmacêutica Pfizer. Em depoimento à CPI, o ex-CEO da empresa na América Latina, revelou que representantes da Pfizer tiveram uma reunião com o ex-secretário de Comunicação da Presidência, da qual também participaram o vereador Carlos Bolsonaro e Filipe Martins. Segundo os senadores, a participação do assessor nessa negociação reforça a tese da existência de um “ministério paralelo” ao Ministério da Saúde. 

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *