Lázaro é morto em troca de tiros com a polícia, nesta segunda-feira (28), em Águas Lindas de Goiás

O serial killer Lázaro Barbosa (32) foi morto em confronto com a polícia, nesta segunda-feira (28), em Águas Lindas de Goiás, após 20 dias de mega operação. A informação foi confirmada por agentes que trabalharam na captura do foragido. Mais cedo, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, anunciou que Lázaro havia sido preso pelos policiais.

“Acabo de receber, neste momento, uma informação de todas as forças de segurança que estão na região de Cocalzinho (GO), que o Lázaro foi preso”, declara.

O governador parabenizou a todos os envolvidos na captura do acusado de assassinatos e outros crimes. “Meus cumprimentos a todas as forças de segurança que ali interagiram e trabalharam com determinação, para mostrar que a lei está acima de tudo.”

Entenda o caso

Natural do estado da Bahia, Lázaro Barbosa, de 32 anos, é acusado de matar uma família na área rural de Ceilândia Norte (DF) e um caseiro no distrito de Cocalzinho de Goiás, além de balear outras quatro pessoas e fazer três de reféns durante o período em que ficou foragido. Ele também é indiciado por vários assaltos em chácaras do Distrito Federal e da região do Entorno, em Goiás.

A mega operação para capturar o assassino envolveu mais de 270 policiais, cães, helicópteros, drones e equipamentos tecnológicos de ponta. As forças policiais do DF e de Goiás, com apoio Federal, atuaram 24 horas por dia para encontrar Lázaro.

O criminoso também foi condenado por assassinar duas pessoas no município de Barra do Mendes (BA) em 2007, segundo informações da Polícia Civil local. Ele chegou a ser preso após se entregar, na época. Porém, dias depois de confessar a autoria das mortes, ele fugiu da penitenciária.

Em 2009, Lázaro foi preso novamente, em Brasília, por suspeita de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo.

Caso Lázaro: entenda fuga de serial killer que mobiliza 200 policiais

“Prendemos dois psicopatas que estavam ajudando ele”, afirma secretário sobre caso Lázaro

Suspeitos de auxiliar Lázaro

Na última quinta-feira (24), a operação policial prendeu duas pessoas acusadas de ajudar Lázaro a se esconder e fugir das ações em Girassol (GO).

“Hoje nós prendemos dois psicopatas que estavam auxiliando ele nas fugas e, principalmente, a se esconder da ação policial. Eles estão sendo autuados por porte ilegal de armas. Uma das armas inclusive é a arma que ele furtou possivelmente em uma das residências”, afirmou o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, em entrevista coletiva no local.

O secretário disse acreditar que eles auxiliaram em outros crimes de Lázaro, e que as provas de que a dupla estava ajudando o criminoso em Girassol são “contundentes”. Questionado sobre quais seriam essas provas, Rodney respondeu que não iria detalhar a linha de investigação.

Com a dupla, os policiais apreenderam duas armas de fogo e mais de 50 munições. A equipe de inteligência da operação aponta a existência de uma “rede criminosa” que apoiou o fugitivo.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *