Covid-19: Brasil registra 868 óbitos em 24 horas. RJ tem maior letalidade

O Brasil registrou 34.339 novos casos e 868 óbitos pela Covid-19 em 24 horas. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde no último sábado (17). Desde o início da pandemia, 19.342.448 brasileiros se contaminaram com o coronavírus. Desses, 17.983.275 se recuperam, 817.907 estão em acompanhamento médico e 541.266 vieram a óbito pela doença.

O estado com maior taxa de letalidade é o Rio de Janeiro, com 5,76%, seguido por São Paulo (3,43%), Amazonas (3,27%), Pernambuco (3,16%), Maranhão (2,85%), Goiás (2,83%), Pará (2,79%), Mato Grosso (2,60%), Minas Gerais (2,57%), Rio Grande do Sul (2,57%), Ceará (2,55%), Paraná (2,51%), Alagoas (2,49%) e Mato Grosso do Sul (2,49%). A taxa de letalidade é calculada dividindo-se o número de óbitos pelo número total de casos da doença.

Já entre os estados com menor taxa de letalidade, Roraima lidera com 1,55%, seguido por Amapá (1,57%), Santa Catarina (1,61%), Tocantins (1,66%), Rio Grande do Norte (1,98%), Acre (2,05%), Distrito Federal (2,15%), Paraíba (2,15%), Bahia (2,15%), Sergipe (2,16%), Espírito Santo (2,20%), Piauí (2,21%) e Rondônia (2,48%).

“É um equívoco vacinar adolescentes saudáveis antes de vacinar o último adulto”, diz diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações

Covid-19: nenhum estado apresenta taxa de ocupação de leitos de UTI superior a 90%

A nível municipal, São Luiz do Paraitinga (SP) possui a maior taxa de letalidade do Brasil, com 28,95%. Na sequência vêm Boa Vista do Gurupi (MA), com 26,67% e Miravânia, com 20%. Dezenas de municípios apresentam taxa de letalidade zerada, pois não registraram nenhum óbito pela Covid-19, dentre eles Bodó (RN); Bonito de Minas (MG) e Crixás do Tocantins (TO).

Acesse as informações sobre a Covid-19 no seu estado e município no portal Brasil61.com no link brasil61.com/painelcovid.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *