Pandemia acarreta redução de cirurgias oncológicas no Rio de Janeiro

Foto: Warley de Andrade/TV Brasil

A quantidade de cirurgias oncológicas reduziu em 25%, no estado do Rio de Janeiro, desde o início da pandemia. Também foi registrada diminuição em 24,8% nos tratamentos de câncer, exceto procedimentos de radioterapia e quimioterapia. No caso das consultas ambulatoriais para esses pacientes, houve redução de 21,9%, entre março e maio de 2020, na comparação com o trimestre imediatamente anterior.

Os números constam na pesquisa Assistência Oncológica do Estado do Rio de Janeiro durante a pandemia de Covid-19. O levantamento foi feito pela Coordenadoria de Saúde e Tutela Coletiva da Defensoria Pública do Rio, juntamente com o Instituto de Estudos de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Covid-19: disseminação da variante Delta já supera meses iniciais da pandemia

RJ: estoques do banco de sangue estão 20% abaixo do ideal, diz Hemorio

Ainda de acordo com o estudo, houve afastamento de profissionais de saúde durante março e maio do ano passado. Além disso, a quantidade de encaminhamentos às unidades de saúde também caiu. Outro registro foi de aumento de ausência de pacientes nas sessões de quimioterapia e necessidade de mudança de protocolo devido à falta de medicamentos.

A coordenadora de Saúde e Tutela Coletiva da Defensoria Pública do Rio, Thaisa Guerreiro, destaca que a diminuição na oferta de ações assistenciais voltadas ao combate do câncer mostra que a Covid-19 também afetou a garantia de atendimento às demais necessidades de saúde. Segundo ela, isso confirma a precarização das redes de atenção à saúde no estado.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *