Defesa Civil Nacional percorre 19 cidades do Piauí em ação contra impactos da seca

Devido à ampla área a ser coberta, a Defesa Civil Nacional se dividiu em três equipes para percorrer 19 municípios. Foto: Divulgação

A Defesa Civil Nacional percorreu 19 municípios da região semiárida do Piauí, atingidos pela seca. O objetivo foi verificar as condições de oferta de água nessas localidades e a necessidade de repasse de recursos para atendimento emergencial por meio de carro-pipa.

“Rodamos, ao todo, mais de 3,6 mil quilômetros para verificar a situação hídrica e o fornecimento de água nessas localidades”, explica o coordenador substituto de Operações em Desastres da Defesa Civil Nacional, Rodrigo Lindinger, que chefiou os trabalhos.

Desde o início do ano, o MDR reconheceu a situação de emergência em 49 municípios piauienses. Destes, 38 enfrentam a seca e 11, a estiagem, que é uma ausência de chuvas menos prolongada do que a seca.

Devido à ampla área a ser coberta, a Defesa Civil Nacional se dividiu em três equipes: a primeira passou pelas cidades de São Raimundo Nonato, Bonfim do Piauí, Coronel José Dias e São Brás. A segunda, por Caldeirão Grande, Pio IX, Francisco Macedo, Padre Marcos, Marcolândia, Francisco Santos, Simões e Belém do Piauí. Já a terceira esteve nos municípios de Massapê do Piauí, Jaicós, Patos do Piauí, Caridade do Piauí, Jacobina do Piauí, Paulistana e Acauã.

O relatório produzido após a visita indicou que há um problema no fornecimento de água nas localidades visitadas, agravado pela temporada de seca e pelas chuvas insuficientes do ano passado, que não preencheram os reservatórios. Em média, as reservas de água locais encontram-se abaixo dos 20%, de acordo com informações da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA).

Segundo moradores dos municípios visitados, a água chega a faltar por períodos de até cinco dias. Quando sai das torneiras, muitas vezes pode ser utilizada apenas para limpeza, não servindo para consumo ou para cozinhar. Para esses fins, a população tem recorrido a poços artesianos particulares ou carro-pipa particular. O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) deve liberar ainda esta semana verbas para reforçar o abastecimento por carros-pipa nessas localidades.

O secretário de Defesa Civil do Piauí, José Augusto Nunes, esteve no MDR no dia 9 de agosto para solicitar apoio federal. “Há uma necessidade de se levar água potável às famílias que vivem no semiárido piauiense. Nós passamos por um período grave de seca e precisamos levar água a pontos remotos, dentro da zona urbana, para que essas famílias possam se manter abastecidas”, afirmou na ocasião.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *