Auxílio Brasil exigirá atualização do CadÚnico

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Auxílio Brasil, programa que pretende substituir o Bolsa Família, deve atender, a partir de novembro, até 16 milhões de famílias. Para recebimento do benefício será necessário fazer inscrição ou atualização no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) para os trabalhadores informais de baixa renda. A exigência consta na Medida Provisória 1061/2021.

Além desse critério, a família deve ter renda mensal de meio salário mínimo por pessoa, ou seja, R$ 550, atualmente. A renda mensal total, por sua vez, deve ser de até três salários mínimos, que pelos valores atuais corresponde a R$ 3,3 mil.

FPM: repasse da segunda parcela de agosto será 44% maior do que no ano passado

Marco Legal do Saneamento Básico: mais de 300 municípios descumprem o prazo para destinação correta do lixo

Vale destacar que a exigência não se aplica a quem já recebe o Bolsa Família, pois a migração para o novo programa, nesse caso, será automática, de acordo com o Ministério da Cidadania. Os valores das parcelas ainda não foram definidos e só devem ser informados em outubro.

A melhor maneira de saber se a família está cadastrada e se precisa atualizar as informações é por meio do aplicativo Meu CadÚnico. Outra alternativa é procurar um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou um posto de atendimento do CadÚnico.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *