Mato Grosso do Sul tem 12 municípios com grande risco de incêndios florestais

Foto: Chico Ribeiro/Governo MS

O período seco que assola o Centro-Oeste do país forçou a prefeitura de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, a pedir ajuda aos governos estadual e federal, para o combate aos incêndios no Pantanal.

De acordo com informações repassadas pela prefeitura do município, a seca deste ano é maior em comparação a 2020 e os incêndios aumentaram nas regiões de floresta ao ponto de chegarem perto das zonas habitadas das cidades sul mato-grossenses. Corumbá, aliás, esteve encoberta por fumaças provenientes das queimadas no Pantanal.

Escolas de educação básica recebem mais de R$ 151 milhões para o retorno das aulas presenciais

Covid-19: será preciso tomar a terceira dose da vacina?

Pequenas empresas podem se beneficiar com nova ferramenta para licitações do governo

Em outro município pantaneiro, Porto Murtinho (MS), bombeiros lutam contra incêndios nas matas e enfrentam as chamas em locais com temperaturas altas.

Além de Corumbá e Porto Murtinho, Mato Grosso do Sul tem outros 10 municípios com grande risco de incêndios florestais, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia.

A umidade relativa do ar pode variar entre 12% e 20% no estado e a temperatura máxima pode oscilar entre 36 e 40 graus, nas horas mais quentes desta segunda-feira (23).

Municípios do MS em risco grande de incêndios

  • Corumbá
  • Porto Murtinho
  • Jardim
  • Aral Moreira
  • Itaporã 
  • Rio Brilhante
  • Nova Alvorada do Sul 
  • Ivinhema 
  • Angélica 
  • Ribas do Rio Pardo 
  • Água Clara
  • Campo Grande

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *