Tipagens sanguíneas AB e A negativos estão em estado crítico no Hemonúcleo de Imperatriz (MA)

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Com o objetivo de aumentar os estoques sanguíneos do município de Imperatriz, o hemocentro da região convida novos voluntários à doação de sangue, já que há uma carência nas tipagens negativas. O coordenador do Hemonúcleo de Imperatriz, Robson Barbosa, conta que o estoque de sangue dos tipos AB e A negativos estão em estado crítico. Os outros tipos, em geral, permanecem estáveis para atender a uma demanda grande. 

“Hoje atendemos 21 municípios e somos o maior hemonúcleo do estado, só perdemos para o hemocentro coordenador. Temos pacientes oncológicos que aumentam ainda mais a demanda por hemocomponentes. Campanhas devem ser permanentes, pois se não tivermos doações simultâneas, as demandas serão maiores. O ideal é que sejam sempre doações permanentes. Somente a doação voluntária é capaz de salvar vidas”, afirma.

Contribua!

A assistente administrativa Ennys Viana, 33 anos, conta que é muito prazeroso ajudar alguém doando sangue. “Eu sempre tive medo de doar, mas hoje eu já não tenho mais. Eu me sinto muito grata e feliz e acredito que um dia alguém possa repetir o gesto para um familiar”, frisa a moradora do Bairro Miritiua, no município de São José de Ribamar, no Maranhão.

O Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, reforça a importância da doação regular. “Vamos aproveitar essa oportunidade para reafirmar não só as ações de enfrentamento à pandemia, mas também a necessidade contínua de cumprir o preceito constitucional da saúde como direito fundamental. O sangue, ao longo do tempo, simboliza a vida. E nesse sentido, é importante a doação regular de sangue. Doe sangue regularmente, com a nossa união, a vida se completa”.

Onde doar sangue no Maranhão

Interessados em doar sangue e medula óssea podem procurar, além do hemocentro coordenador do estado, em São Luís, um dos sete hemocentros regionais instalados em Balsas, Codó, Caxias, Pinheiro, Pedreiras, Imperatriz ou Santa Inês.

O Hemocentro Regional de Imperatriz, no Oeste Maranhense, está mais próximo dos municípios de Açailândia, João Lisboa, Montes Altos e Vila Nova dos Martírios. O endereço fica na Rua Coriolano Milhomem, 42, no Centro, cujo telefone é (99) 3525-2737.

Quem mora em Capinzal do Norte, Alto Alegre do Maranhão e Timbiras, deve procurar o Hemocentro do Codó no endereço Rua Barão do Rio Branco, sem número, em São Sebastião. Para ligar, disque (99) 3661-2266.

Residentes nos municípios de Buriti Bravo, Matões e Timon, podem procurar o Hemocentro Regional de Caxias no endereço da Av. Valter Brito, sem número — Campo de Belém. O telefone é o (99) 3521-1170. Para saber mais informações sobre endereços e horários de funcionamento das unidades mais próximas de você, veja o mapa abaixo. 

Critérios para doar sangue e medula óssea

De acordo com a Coordenação-Geral de Sangue e Derivados do Ministério da Saúde, o procedimento para doação de sangue é simples. Primeiro se faz o cadastro, aferição de sinais vitais, teste de anemia, triagem clínica, coleta de sangue e depois o lanche. Isso tudo leva em média 40 minutos.

Vale lembrar que até mesmo quem foi infectado pelo coronavírus pode doar sangue e medula óssea. No entanto, é necessário aguardar 30 dias após completa recuperação da doença. Quem teve contato com pessoas infectadas também precisa esperar 14 dias para poder fazer a doação, apresentando RT-PCR negativo e ausência de sintomas. Já os vacinados, devem esperar o tempo de imunização que vai depender da marca do imunizante.

Para doar sangue é necessário ter entre 16 e 69 anos de idade e pesar no mínimo 50 quilos. Mulheres podem doar até três vezes ao ano com intervalo de 3 meses entre as doações. Já os homens podem doar até quatro, com intervalo de 2 meses entre as doações. A doação é voluntária e uma bolsa de apenas 450mL de sangue pode ajudar até quatro pessoas.

Candidatos a doação de medula óssea devem ter entre 18 e 35 anos, estar em bom estado de saúde e não apresentar doença infecciosa ou incapacitante. Segundo o Redome, algumas complicações de saúde não são impeditivas para doação, sendo analisado caso a caso.

Doar sangue e medula é seguro! Com a pandemia, todos os protocolos de contenção contra a Covid-19 estão sendo realizados. No dia da doação, será preciso apresentar documento de identificação com foto. Para saber onde doar sangue ou se cadastrar para doar medula óssea acesse emserh.ma.gov.br.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *