Alta no valor da energia elétrica e das passagens eleva custo de vida na Grande São Paulo

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O Custo de Vida por Classe Social (CVCS) aumentou na região metropolitana de São Paulo. O índice subiu 1,06% em julho, de acordo com indicador da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Trata-se da maior variação para o mês desde 2011, ano em que o levantamento começou a ser feito.

A elevação foi puxada pelo grupo transporte, sobretudo pelo valor das passagens aéreas, que sofreram alta de 42,67%. Já no grupo habitação, a energia elétrica teve um salto de 12,45% em julho, e acumulou 26,25% em 12 meses.

SP: confiança com a volta às aulas presenciais aumenta em municípios

Crise hídrica pode aumentar inflação nos estados brasileiros

De acordo com a FecomercioSP, a classe E é o segmento que mais sente a elevação do custo de vida. Entre os mais pobres, a variação é de 1,49%. Já para a classe A, a taxa ficou em 0,70%. A alta média do preço dos combustíveis, por exemplo, foi de 4,21%.

A entidade revela, ainda, que o IPV e o IPS indicam que a inflação está concentrada nos produtos. O índice de varejo teve um salto de 1,6% em julho. O indicador de preços dos serviços, por sua vez, aumentou 0,55%. O IPV acumula alta de 14,85% em 12 meses, enquanto o IPS, de 3,85%.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *