Covid-19: Brasil registra 839 óbitos em 24h; RJ, DF, BA e SE apresentam tendência de alta nas mortes

Hospital de campanha Covid-19. Foto: Agência Brasil

O Brasil registrou 839 óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com dados do Ministério da Saúde reunidos no Painel Covid-19 do portal Brasil 61.com. Apesar da alta dos registros em relação ao último balanço, o País registra tendência de queda na média móvel de mortes há oito dias. Apenas Distrito Federal, Rio de Janeiro, Bahia e Sergipe apresentam tendência de alta nas mortes. O Acre não registrou nenhum óbito e outros 11 estados tiveram menos de dez cada um. 

Foram notificados 24.589 novos casos, com isso, o número de pessoas infectadas desde o início da pandemia superou 20,7 milhões, o número de recuperados somam 19.735.447. Outros 461.010 quadros ainda estão em acompanhamento. O total de vidas perdidas chegou a 580.413. 

Anvisa lança relatório que conta ações adotadas contra o novo coronavírus desde o início da pandemia

Dispensa de licitação vai beneficiar municípios na luta contra avanço da pandemia

A taxa de letalidade média do Brasil é de 2,8%. O estado do Rio de Janeiro segue superando a média nacional com a maior taxa de letalidade do país, com 5,54%. Em seguida estão São Paulo, Amazonas, Pernambuco e Maranhão. 

Taxa de letalidade nos estados

  • Rio de Janeiro – 5,54%
  • São Paulo – 3,42%
  • Amazonas – 3,23%
  • Pernambuco – 3,19%
  • Maranhão – 2,87%
  • Pará – 2,82%
  • Goiás – 2,75%
  • Ceará – 2,58%
  • Alagoas – 2,58%
  • Paraná – 2,57%
  • Minas Gerais – 2,56%
  • Mato Grosso – 2,56%
  • Mato Grosso do Sul – 2,54%
  • Rondônia – 2,46%
  • Rio Grande do Sul – 2,43%
  • Piauí – 2,19%
  • Espírito Santo – 2,18%
  • Bahia – 2,17%
  • Sergipe – 2,16%
  • Distrito Federal – 2,14%
  • Paraíba – 2,12%
  • Acre – 2,07%
  • Rio Grande do Norte – 1,99%
  • Tocantins – 1,68%
  • Santa Catarina – 1,62%
  • Amapá – 1,60%
  • Roraima – 1,57%

Após registrar queda drástica da taxa de letalidade com registro de 1,53% no último balanço, o município de Janduís (RN) voltou ao topo do ranking com recorde de letalidade pela Covid-19, com índice de 87,50%. O maior registrado até o momento havia sido de 46,67% na segunda-feira (30), o que aponta um possível erro na contabilização dos dados pelo Ministério da Saúde.

Diversos municípios têm taxas de letalidade em 0%, ou seja, não houve nenhum óbito pela doença confirmado até o momento. Entre eles estão Aricanduva (MG), Novo Horizonte (SC), Pedra Preta (RN) e Curral Velho (PB). 

Vacinação

O Brasil registrou o recorde de aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 nas últimas 24 horas. Neste período, 1.412.878 pessoas tomaram a segunda dose de imunizante. Até então, o dia com a maior aplicação de segundas doses no país havia sido registrado em 17 de agosto, com 1.060.860.

São Paulo permanece na liderança entre aqueles com a maior parcela de sua população vacinada com a primeira dose: 72,37% dos habitantes do estado. Em termos percentuais, Mato Grosso do Sul lidera entre os estados com a maior proporção de habitantes com vacinação completa: 44,2% da população local. 

Acesse as informações sobre a Covid-19 no seu estado e município no portal Brasil61.com/painelcovid.   

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *