Educação financeira

Aprender sobre finanças é uma tarefa que merece dedicação, mas pode trazer ótimos resultados para seu bem-estar.

Anda precisando aprender sobre finanças, mas não sabe como começar? Pois esse trabalho é mais simples do que você imagina.

Até porque, existem vários materiais gratuitos disponíveis na internet. Desde ebooks até vídeos e podcasts.

Mas antes de tudo, é importante que você defina um objetivo inicial. Porque os materiais são bem diversos, e consumir tudo de uma vez pode dificultar assimilar as informações.

Então, comece definindo um objetivo primário. Pode ser pagar as dívidas, economizar dinheiro ou aplicar valores.

A partir daí, você vai conseguir seguir as etapas da educação financeira e ter os melhores resultados possíveis com seu orçamento. Para ajudar você nessa tarefa, produzimos este conteúdo. Continue lendo!

Importância da educação financeira

A educação financeira é a chave para evitar dores de cabeça com o orçamento. Porque quando não há disciplina e cuidado com o dinheiro, as dívidas acabam se acumulando, assim como os problemas.

Por outro lado, saber como cuidar das finanças contribui para uma melhor qualidade de vida. Pagando as contas em dia, você vai evitar acumular débitos ou mesmo se privar de comprar o que deseja. Com a educação financeira em dia, fica mais simples ter valores disponíveis sempre que necessário.

Além disso, é um cuidado que permite guardar dinheiro. Então, em momentos de imprevisto e emergência, você terá valores para usar, em vez de precisar de sempre precisar de um empréstimo.

Conceitos essenciais de educação financeira

Existem três fases da educação financeira: ganhar, economizar e investir.

Para ganhar dinheiro, vale a pena começar com uma renda fixa, com um trabalho CLT ou PJ. É uma forma mais segura de ter renda, pois é algo recorrente todo mês.

Mas também pode ser interessante, sempre que possível, obter uma renda extra. Fazendo os famosos “bicos”, vendendo produtos, itens que você tem em casa e não usa, ou até com serviços pela internet. Por exemplo prestando consultoria para empresas ou produzindo conteúdo para as redes sociais. As opções são variadas.

A fase seguinte da educação financeira consiste em economizar. Claro que você tem despesas rotineiras e vai gastar com alguns supérfluos.

Porém, é sempre preciso ter atenção ao quanto você gasta. O ideal é guardar dinheiro todo mês, para evitar acumular dívidas e, principalmente, para ter uma reserva de emergência.

Para garantir essa economia, é interessante definir uma meta de valores para poupar. Nem que seja apenas um pouco, R$ 100,00 mensais, por exemplo. Ter essa meta facilita o controle e é mais seguro do que guardar “só o que sobrar”.

Por último, há a fase do investimento. Mais do que guardar dinheiro, vale a pena fazer ele render. Pode ser por meio de investimentos de maior risco, como na bolsa de valores, mas também opções mais simples, como a poupança.

O importante é garantir que seu dinheiro renda. Assim, você terá um pouco a mais para contar quando precisar gastar os valores.

Como aprender mais sobre finanças?

Aprender sobre finanças é mais importante do que você imagina. Quando você conhece sobre o assunto, tem mais facilidade de realizar ações necessárias para poupar e ter uma boa vida financeira.

Pensando nisso, listamos algumas dicas para você logo abaixo. Acompanhe!

Aprenda um pouco todos os dias

Conhecer sobre finanças pode ser um processo contínuo. Você não precisa dominar o assunto de um dia para o outro.

Em vez disso, pode começar aos poucos. Começando por controlar seu orçamento, para conhecer suas próprias finanças.

Então, você pode passar a acompanhar vídeos, textos, dicas sobre finanças e aprender aos poucos.

Busque construir um repertório

Não é porque você tem uma boa vida financeira hoje, que ela é a melhor que você pode obter. Ou seja, pode até ser que você tenha boas práticas, mas aprender um pouco mais pode torná-las ainda menores.

Por exemplo: talvez você não tenha percebido uma oportunidade de investimento que vai ter um amplo retorno.

Dessa forma, é importante aprender cada dia mais, construir um repertório. Inclusive descobrindo novas visões sobre finanças, para entender qual a melhor para a sua realidade.

Para isso, você pode aproveitar livros; cursos online ou presenciais; acompanhar notícias e redes sociais; assistir a vídeos no YouTube e ouvir podcasts, e por aí vai. São várias oportunidades para conhecer mais sobre o assunto.

Coloque seus conhecimentos em prática

Ao longo do seu processo de aprendizagem, você pode começar a usar seus conhecimentos no dia a dia. Inclusive para perceber o resultado de cada estratégia e, se for o caso, adaptá-las para o seu dia a dia.

Você pode, por exemplo, fazer investimentos para fazer o dinheiro render. Outra dica é usar o cartão de crédito com sabedoria, pois ele é o principal “vilão” do orçamento. Deixar de pagar a fatura do cartão vai acumular altos juros e pode se tornar uma grande dor de cabeça.

Além disso, você pode renegociar suas dívidas. É uma boa opção para colocar o orçamento em ordem e começar a planejar o futuro.

Para pagar os débitos que você tem em aberto, pode ser interessante até obter um empréstimo. Nesse caso, o crédito valerá a pena se seu CET (Custo Efetivo Total) for menor do que sua dívida em aberto.

Por exemplo, do cartão de crédito. Os juros do cartão são bem altos e podem fazer o débito crescer muito. Por outro lado, se você obtiver um empréstimo online mais barato, pode pôr fim à dívida e pagar parcelas mais em conta. Depois disso, seu controle do orçamento pode se tornar ainda melhor.

Na hora de encontrar uma boa oferta de crédito, você pode usar um simulador de empréstimo. Assim, vai conseguir comparar diversas opções de taxas e valores.

Investir em conhecimento é sempre uma boa opção

Você pode nunca ter pensado muito nisso, mas conhecer sobre finanças vai trazer um ótimo retorno ao seu dia a dia.

Mais do que aprender como economizar, você vai descobrir como aplicar e fazer seu dinheiro “trabalhar para você”.

Por isso, não tenha medo de investir tempo e dinheiro neste tipo de conhecimento. Existem vários materiais gratuitos disponíveis na internet, mas você também pode adquirir livros, fazer cursos e mais.

O importante é se dedicar e entender o cuidado com as finanças como uma necessidade diária. Assim, você vai evitar perder o controle e ter problemas no orçamento daqui para a frente.

Meta-descrição: Conheça o passo a passo para estudar e saber exatamente como cuidar do orçamento. Com essas dicas simples, você pode entender melhor suas finanças e garantir tranquilidade no dia a dia.

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em Finanças. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *