Governo lança material para estimular mobilidade urbana sustentável nos municípios brasileiros

Exemplo de mobilidade urbana por meio de bicicleta em Londres, na Inglaterra. Foto: Nacho Santana/Pexels

Possibilitar uma mobilidade urbana menos poluente e mais sustentável foi o tema em debate promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, durante o segundo dia da Semana da Mobilidade – que tem o objetivo de discutir aspectos relacionados ao tema e conscientizar a população sobre o assunto.


 
Como parte da atividade desta terça-feira (21), foi lançado o caderno técnico Transição para uma Mobilidade Zero Emissões. Elaborado em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com o apoio do Global Environment Facility (GEF), a proposta é que o documento possa servir como instrumento de orientação e apoio ao poder público para promover aspectos essenciais da mobilidade urbana no Brasil.
 
Fernando Araldi, coordenador de gestão integrada do MDR, comentou a importância da publicação. “Para a execução de um programa de mobilidade com essas características, é necessário que haja um conhecimento do que é a mobilidade de baixo carbono. Hoje, com o lançamento desta publicação, estamos dando um grande passo para uma mobilidade zero emissões, que é nosso objetivo no futuro”, afirmou.

Anúncio de recursos federais movimenta abertura da Semana da Mobilidade

Censo 2022: pesquisa é importante para determinar recursos públicos em estados e municípios
 
O tema central desse material é estimular uma mobilidade urbana mais sustentável, em consonância com os preceitos da Política Nacional de Mobilidade Urbana e, assim, obter os benefícios socioeconômicos decorrentes da sua implantação, como a redução de gases de efeito estufa e de poluentes locais e a efetiva melhoria da qualidade de vida da população.
 
A especialista em Transportes do BID, Ana Beatriz Figueiredo reforçou o impacto da iniciativa para os municípios brasileiros. “Essa iniciativa de baixo carbono nas grandes cidades brasileiras contribui para o aumento da resiliência desses locais aos impactos adversos das mudanças climáticas”, destacou.
 
Até a sexta-feira (24) serão realizadas atividades que deem visibilidade aos trabalhos do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). Serão debates sobre aspectos relacionados à mobilidade urbana, com participação de representantes de governo, entidades setoriais e academia. Todas as atividades serão transmitidas ao vivo pelo canal do MDR no YouTube.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *