Primeiro fim de semana de outubro é marcado por temporais que devem se estender ao longo da semana em boa parte do país

Pessoa com guarda-chuva. Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil.

O mês de outubro começou com chuva em grande parte do Brasil neste fim de semana. Uma frente fria que avança pelo país fez com que chovesse com mais intensidade  sobre a região Sul e os temporais devem continuar ao longo desta semana. O sistema de baixa pressão traz risco de ventania e granizo, especialmente entre o norte do Rio Grande do Sul e o sul do Paraná

.

Segundo o meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Cleber Souza, as ocorrências de chuvas foram provocadas por um cavado, que é uma região alongada de relativa pressão atmosférica baixa frequentemente associada a frentes, que agora avança no sul de São Paulo. “Esses sistemas favoreceram o aumento da nebulosidade e chuvas significativas do Rio Grande do Sul. O sistema já está atuando agora entre o litoral próximo a São Paulo e a tendência é provocar chuvas entre amanhã em diante em São Paulo e no Rio de Janeiro”, disse. 

O TEMPO E A TEMPERATURA: Região Sul amanhece com geada nesta segunda-feira (4)

O TEMPO E A TEMPERATURA: sol e calor predominam no Nordeste nesta segunda-feira (4)

A forte chuva do início da tarde deste domingo (3) derrubou árvores na zona sul de São José dos Campos, no interior de São Paulo. O Poliesportivo do bairro Campo dos Alemães também ficou destelhado devido à força dos ventos. Em Campinas, a chuva e o vento forte provocaram quedas de árvores, destelharam escolas e parte do telhado de uma empresa foi arrancado.

Belo Horizonte também está em sinal de alerta, a chuva forte que caiu na noite deste sábado (2) causou transtornos na região. Um alagamento assustou clientes de restaurantes e bares no bairro de Lourdes, no Centro-Sul da capital mineira. A inundação aconteceu minutos após o início de um forte temporal. No local, um bueiro foi estourado e parte do asfalto cedida. Apesar do aguaceiro, não há relatos de vítimas por causa da precipitação. 

Até sexta-feira a região Sul deve continuar com a atuação de frentes frias, sendo esperadas fortes chuvas. São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais também devem registrar chuvas mais significativas ao longo da semana. No Centro-oeste as chuvas serão em forma de pancada associadas ao calor e a alta umidade. Pode chover mais forte no Mato Grosso do Sul.

Na região Norte as chuvas serão mais significativas principalmente no Amazonas e em Roraima. Enquanto isso, uma massa de ar seco deve predominar no Nordeste, com ausência de chuvas. Principalmente no Amazonas e no Sudeste as chuvas devem ser localmente fortes, volumosas e podem vir acompanhadas de trovoadas, rajadas de vento e queda de granizo.

O meteorologista ressaltou que este mês é marcado pelo início da estação chuvosa e os temporais devem ocorrer com maior frequência a partir da segunda quinzena de outubro. “As chuvas virão a ocorrer com maior frequência em boa parte do Brasil com exceção do Norte, que nesta época predomina uma massa de ar seco, também não chove muito no Nordeste do Brasil”, afirmou Souza.

Ciclone

Um ciclone está situado sobre o Atlântico, perto da Argentina. De acordo com o meteorologista, a medida que ele vai se deslocando para o Leste junto ao avanço de uma frente fria deve aumentar o volume de chuvas e rajadas de ventos sobre o Rio Grande do Sul nos próximos dias. A condição deve favorecer também a agitação marítima com altas ondas, deixando a costa em alerta. 

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *