No Piauí, Governo Federal lança plano estratégico para desenvolver as bacias dos Rios São Francisco e Parnaíba

Foto: MDR/Divulgação

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), deu início à elaboração de um plano de ação que vai fomentar o desenvolvimento econômico e social das bacias hidrográficas dos Rios São Francisco e Parnaíba. Além disso, a área de influência do Projeto de Integração do Rio São Francisco também será beneficiada.

O anúncio foi feito pelo ministro Rogério Marinho, em Parnaíba, cidade do litoral do Piauí. Para ele, a medida vai beneficiar as populações que vivem nessas bacias.

“Tem-se um curso d’água tão extenso, é necessário que ele possa ser utilizado de maneira adequada para que as populações ribeirinhas sejam incorporadas em um programa de desenvolvimento sustentável. Têm os seus oásis, aqui, por exemplo, a questão do turismo é muito forte. Mas muita gente sobrevive de uma agricultura familiar, onde falta apoio técnico, inovação, tecnologia, sementes mais produtivas. São essas ações que vão ser identificadas por este Plano e potencializadas para que nós possamos utilizar os recursos públicos de maneira assertiva e trazer mais pessoas para esse processo de desenvolvimento.”

O estudo está sendo elaborado por uma equipe da Universidade Federal do Paraná. O Governo Federal está investindo quase R$ 900 mil para a elaboração do plano, por meio da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

Durante a passagem pelo Piauí, o ministro Rogério Marinho também anunciou investimentos para finalização do Projeto de Irrigação Marrecas-Jenipapo, para elaboração do projeto executivo da Adutora de Marcolândia e para os projetos de revitalização dos Rios Gurgueia, Parnaguá e Paraim. As ações integram a Jornada das Águas, evento que partiu da nascente histórica do Rio São Francisco e vai passar por Minas Gerais e os nove estados do Nordeste. 

Jornada das Águas

Criada pelo MDR, a Jornada das Águas visa reforçar o compromisso do Governo Federal de levar água a quem mais precisa. O trajeto começou no dia 18 de outubro, em São Roque de Minas (MG), e vai passar pela região do semiárido nordestino. Nas agendas, promovidas até o dia 28 de outubro, serão realizados anúncios e entregas de obras de infraestrutura, preservação e recuperação de nascentes e cursos d’água, saneamento, irrigação, apoio ao setor produtivo e aos municípios, além de mudanças normativas que vão revolucionar a maneira como brasileiro se relaciona com a água.
 

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *