MDR debate reaproveitamento de água no Agreste e Semiárido pernambucano

Projeto do MDR em parceria com a UFRPE possibilita a utilização de esgoto doméstico tratado para subirrigação de culturas de palma forrageira, planta nativa das zonas semiáridas (Foto: Divulgação)

O Ministério do Desenvolvimento Regional, o MDR, participou de workshop sobre o reuso de água para fomentar o desenvolvimento produtivo em Pernambuco. No evento, Pryscilla Bezerra, coordenadora geral de Agricultura Irrigada da Pasta, apresentou ações na área que vêm sendo realizadas na Região Nordeste em parceria com o Instituto Nacional do Semiárido, o INSA.

Como forma de apoiar a pesquisa e desenvolvimento da tecnologia em reuso, nós celebramos o TED com o INSA para a implantação de três novas unidades de reuso. Seriam nos municípios de Guanambi, Bahia, Nossa Senhora das Dores, em Sergipe, e Parnamirim, Pernambuco, e com diversas outras instituições que estão elencadas neste processo. 

A parceria foi fechada em julho de 2020 e as três unidades de reuso já estão em funcionamento. O investimento do Governo Federal foi de 750 mil reais. Com o acordo, esgoto doméstico tratado está sendo usado na irrigação da palma forrageira, planta nativa do semiárido muito usada na alimentação de animais. 

Com a medida, é possível promover mais segurança alimentar humana e animal, incrementar a produção agropecuária local e dar destino adequado aos esgotos tratados na região. 

Além disso, os recursos destinados às Unidades de Reuso na Bahia, em Sergipe e Pernambuco contribuíram para reduzir a poluição dos mananciais da região e dar mais fertilidade ao solo, a partir do uso de água residual.

Para saber mais sobre as iniciativas do Governo Federal para incentivar o desenvolvimento regional, acesse mdr.gov.br.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *