Nova temdência de procedimento capilar visa camuflar as falhas do couro cabeludo

A cientista expert em queda capilar e distúrbios do couro cabeludo, Jackeline Alecrim e a esteticista e cosmetóloga Daniela López comentam sobre essa nova tendência de mercado.

Existem diversas razões que podem levar a perda capilar como calvície, outras alopecias, afinamento ou queda total do cabelo. Quando isso acontece, a autoestima é diretamente afetada e isso pode causar problemas até mesmo nas relações sociais do indivíduo. Por isso, uma nova tendência de mercado promete camuflar as falhas capilares para devolver a qualidade de vida dessas pessoas: a micropigmentação capilar.

“Existe uma febre muito grande nos procedimentos de micropigmentação capilar para camuflar falhas. Porém, nós profissionais temos optado por fazer um tratamento voltado ao crescimento do cabelo real”, opina a esteticista e cosmetóloga Daniela López. Para a cientista, expert em tratamentos capilares,  Jackeline Alecrim, a técnica, apesar de ser uma boa alternativa para alguns casos, pode acabar por trazer resultados não satisfatórios se aplicada sem considerar as particularidades de cada pessoa. “Pacientes que possuem fios mais longos, terão maior dificuldade em obter naturalidade com o procedimento. Por isso, nos casos de calvície feminina, o resultado final pode não ser satisfatório”, exemplifica a cientista.

De acordo com Jackeline Alecrim, para realizar o procedimento também é necessária cautela na escolha do profissional, que precisa ter uma excelente habilidade técnica para reproduzir os fios com harmonia. “A escolha de corantes adequados e os cuidados pós procedimento também são fundamentais para que a cor não sofra desgaste e alterações para tons esverdeados e azulados”, detalha.

A micropigmentação tem duração média de 2 a 8 anos, variando de acordo com a incidência do sol, oleosidade da pele, cuidados com o couro cabeludo, idade do paciente, entre outros fatores. Para aumentar a duração é necessário também, que a regra de 30 dias sem exposição ao sol seja seguida com rigor. 

De acordo com a cientista, o paciente que opta por este tipo de procedimento não pode deixar de lado o tratamento estabelecido para o controle da queda capilar ou da evolução de quadros de calvície. “A alopecia androgenética [calvície] é um problema crônico e precisa de tratamento e controle por toda a vida. A micropigmentação não trata o problema, apenas camufla visualmente a área afetada.” Jackeline aponta ainda que hoje existem soluções tópicas muito eficientes e práticas que podem ser usadas para tratar a calvície e também a queda capilar. Ela inclusive desenvolveu uma formulação a partir de ativos do café que ganhou destaque internacional pela eficácia. “Trata-se de uma formulação que utiliza uma base de tensoativos que rompem as barreiras do sebo e permitem a veiculação de ativos no couro cabeludo, trazendo resultados bastante satisfatórios”, explica. Jackeline Alecrim também publicou recentemente um capítulo em um livro de medicina sobre novas perspectivas para o tratamento tópico da alopecia androgenética. 

Para Daniela López, a mesoterapia capilar também pode ser uma alternativa de tratamento mais assertiva. “Utilizamos as mesclas específicas para crescimento capilar. São dois procedimentos por mês. Se considerarmos uma calvície muito exacerbada, por exemplo, pode ser que o tratamento leve de três a seis meses. A técnica trabalha toda a estrutura do crescimento capilar e o resultado é garantido”, pontua.

Sobre Daniela López

Daniela López é graduada em Estética e Cosmetologia pela Universidade Braz Cubas, técnica em Estética Facial e Corporal pelo SENAC e pós-graduada em Intradérmicos e Subcutâneos pela FAISP. É especialista em estética e cosmetologia avançada pela UNIFESP.

A cosmetóloga atua na causa de regulamentação da atuação de profissionais estéticos e cosmetólogos. É, também, autora do livro a História da Legislação da Estética e Cosmetologia no Brasil e pesquisadora no campo clínico, com práticas e testes desenvolvidos clinicamente in-vivo em pacientes para disfunções estéticas facial com ênfase em rejuvenescimento e retração tecidual. Além disso, é fundadora da Escola Superior de Estética e Cosmetologia (ESEC), a primeira escola superior de estética e cosmetologia no Brasil. 

Sobre Jackeline Alecrim

Jackeline Alecrim é cientista e especialista em Cosmetologia Avançada e Fitoativos. Trabalha na pesquisa e desenvolvimento de bioativos destinados ao tratamento de queda capilar e distúrbios do couro cabeludo. É fundadora da empresa de cosméticos científicos Magic Science Brasil, que é destaque nacional e internacional pela eficácia clínica de seus produtos. Jackeline também faz sucesso com dicas de saúde capilar nas redes sociais, contando com mais de 90 mil seguidores no instagram.

MF Press Global

Consultoria, comunicação, assessoria de imprensa e artística

Consultoria, comunicación, asesoria de prensa y artístico

Consulting, communication, press and artistic consultancy

www.pressmf.global – [email protected] 

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *