AM: Vacina contra Covid-19 reduz mortes e hospitalizações, afirma ministro da Saúde

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Os amazonenses que ainda não tomaram a segunda dose da vacina contra a Covid-19 precisam procurar uma unidade de saúde, o quanto antes, e completar o esquema vacinal. Quem já recebeu a segunda dose há pelo menos quatro meses, está na hora do reforço. O alerta é do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.


“Meus amigos do Amazonas, peço que fiquem atentos ao calendário vacinal e procure um posto de vacinação quando chegar a sua vez. A dose de reforço é fundamental para frear o avanço de novas variantes e reduzir internações e óbitos aqui em nosso estado.”

Quem ficou atenta às datas para receber todas as doses foi a dona de casa Maria Auxiliadora Ribeiro. Ela mora em Borba, município no sul do estado, que fica há 200 quilômetros da capital Manaus. Aos 64 anos de idade, Maria relata a importância da vacina.  

“Como eu já tinha pego Covid no início de 2020, ter a vacina significava ter um reforço na imunidade para não ser tão forte quanto foi na primeira vez. Nas outras doses, me senti feliz e segura. No entanto, sempre procuro me proteger. Eu senti na pele as dores da Covid. Queria que todos soubessem a importância da vacinação pois não está apenas se protegendo como também protegendo sua família.“

No Amazonas, até agora, mais de 300 mil pessoas receberam o reforço. O total de vacinas aplicadas no estado ultrapassa seis milhões de doses. Os dados são do Ministério da Saúde, atualizados em dez de fevereiro deste ano.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *