O golpe mais comum do cartão de crédito usa seus dados roubados para fazer compras online.

Você já foi vítima de algum golpe no cartão de crédito? Pois, infelizmente, isso é bastante comum!

Para se ter uma ideia, o Brasil lidera fraudes com cartões de crédito. É uma péssima estatística, e que reforça a importância de tomar cuidado no dia a dia.

Até porque, os golpes estão cada vez mais “sofisticados”. Uma simples falta de atenção na hora de comprar, por exemplo, pode gerar muitas dores de cabeça depois.

Quais são os golpes mais comuns com cartão de crédito?

Alguns golpes já são bem conhecidos hoje mas, mesmo assim, muita gente ainda tem problemas com eles. Até porque, os criminosos fazem tudo parecer muito válido e confiável na hora de causar problemas para o usuário.

Um dos golpes mais comuns é a clonagem de cartão. Ele pode acontecer de várias formas: com o vazamento dos seus dados, a compra em sites suspeitos, maquininhas de cartão trocadas etc.

Quando o cartão é clonado, outra pessoa consegue fazer compras com ele, mesmo que o seu cartão “original” esteja na sua carteira.

Também existe o golpe em que alguém liga, diz ser da operadora do cartão, e solicita seus dados. Ou então, diz que o cartão foi bloqueado e que um motoboy irá buscar o cartão para fazer a troca.

Nenhuma dessas situações é real! O banco não liga solicitando informações, e muito menos manda alguém buscar o cartão com você.

Os cartões por aproximação também são um perigo para golpes, pois é mais fácil aprovar uma compra com eles. O que os golpistas fazem é aproximar uma máquina de cobrança da vítima, e aí a maquininha consegue ler o cartão e aprovar o pagamento, levando a pessoa a adquirir dívidas de itens que não consumiu.

Ainda existem os casos em que você faz uma compra pessoalmente e então o criminoso diz que ela não foi aprovada, mesmo que tenha sido. Então, ele passa a compra novamente, e o cliente acaba fazendo o pagamento duas vezes.

Saiba seus direitos ao sofrer um golpe no cartão de crédito

Ao perceber uma fraude no seu cartão de crédito, é fundamental avisar a operadora do cartão sobre o assunto. Com esse aviso, você poderá contar com os seus direitos.

E quais são eles? Primeiro, bloquear o cartão, para que ele não seja usado novamente. Você também vai poder contestar a compra. Então, a operadora vai analisar a situação e, percebendo a fraude, vai cancelar o pagamento.

Dessa forma, você não terá que arcar com o que foi usado no golpe. O valor será abatido da fatura, já que não foi feito por você.

Depois de bloquear o cartão, você pode pedir outro, se quiser. Assim, poderá fazer suas compras mais tranquilamente, pois ele terá dados totalmente novos.

Como evitar golpes com cartão de crédito

Evitar golpes no cartão de crédito requer atenção constante e um pouco de  “maldade” no dia a dia. Se alguém pedir por seus dados, se o site for desconhecido ou a oferta for boa demais, desconfie! Pode ser que o portal tenha sido criado apenas para roubar seus dados, por exemplo.

A seguir, listamos mais dicas para  evitar que você tenha problemas com o cartão. Acompanhe.

Não compartilhe suas informações pessoais online

Você não deve nunca, de jeito nenhum, compartilhar suas informações pessoais na internet. Claro, existem casos em que você vai ter que dizer seu nome e CPF, para fazer compras, por exemplo.

Mas você não deve  dizer a senha do seu cartão, nem indicar o CVV em um momento em que não está comprando. O CVV é aquele código de segurança que fica na parte de trás do cartão e é usado para compras na internet. Se você não está comprando nada, não faz sentido informá-lo, concorda?

A dica de não compartilhar seus dados também vale para fora do online. Se alguém te ligar ou mandar um SMS, também não passe informações. O banco não faz essa solicitação, e se  alguém fizer, é golpe.

Evite ter seus dados vazados

Na hora de usar a internet, é importante ter alguns cuidados para  evitar que seus dados sejam vazados.

Comece selecionando senhas fortes para suas redes sociais, e-mails e contas no banco. Isso vai diminuir as chances de que essas informações sejam roubadas.

Outra coisa para se ter atenção é com os sites que você acessa. Principalmente na hora de comprar, confira se o portal é mesmo confiável e se tem recursos de segurança ativados. Você também pode pesquisar pelo nome dele no Reclame Aqui, para verificar a opinião de outros clientes.

Ative recursos extras de segurança

Vale muito a pena aumentar a sua segurança online. No seu computador, nas redes sociais, no WhatsApp e até no seu e-mail.

Uma forma de fazer isso é instalar um bom antivírus, para diminuir as chances de que seu computador seja invadido.

Nas redes sociais, você pode ativar a verificação em duas etapas. Assim, ninguém vai conseguir acessar sua conta, pois você terá que validar qualquer acesso.

Todo cuidado é pouco

Se você se acha cauteloso, lembre-se que todo cuidado é pouco. Dia após dia, criminosos criam novos golpes, principalmente na internet, e é preciso ter atenção para cair neles.

O cuidado principal é: não forneça seus dados para ninguém. Nem se alguém ligar dizendo ser do banco, nem se você receber um SMS ameaçando colocar seu nome no SPC.

Se alguém te ligar dizendo ser do banco e você ficar na dúvida, desligue e ligue você para a central da instituição. Assim, se eles tiverem assuntos para tratar, vocês poderão fazer durante a ligação.

Mas lembrando, mesmo em momentos assim, você não deve fornecer seus dados. Muito menos senhas e o CVV do cartão. Cuidado!

Considerações finais

O cartão de crédito pode  ser um ótimo aliado no dia  a dia, mas também traz várias dores de cabeça.

Para evitá-las, é bom ficar atento o tempo todo. Vale a pena acessar o app do cartão todos os dias, por exemplo, e conferir se algum gasto que você não fez foi registrado.

Se sim, você poderá acionar a operadora imediatamente e bloquear o cartão. Assim, o dano será menor e você vai impedir que criminosos continuem agindo com seu nome.

Meta-descrição: Compras online, cartão por aproximação, nome no SPC… São vários os tipos de golpe do cartão de crédito, e é essencial ter atenção. Veja dicas do que fazer para evitar ser vítima!

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em Finanças. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.