Oiapoque é o município com menor cobertura vacinal contra Covid-19 do Amapá

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Para chegar ao fim da Pandemia da Covid-19 é preciso ampliar a cobertura vacinal. Atualmente, cerca de 80% da população recebeu ao menos uma dose da vacina contra a Covid-19. Aproximadamente 70% dos brasileiros estão protegidos com a segunda dose ou dose única e 25% já tomou a dose de reforço.

O Oiapoque é o município que tem a menor cobertura vacinal do Amapá. Segundo dados do vacinômetro estadual, até o dia 23 de fevereiro, menos de 40% da população do município estava com o esquema vacinal completo. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, convoca a população para ir aos postos tomar a vacina: “a dose de reforço é fundamental para frear o avanço de novas variantes e reduzir hospitalizações e óbitos aqui no estado”, reforça. 

Teve Covid-19? Saiba quais são os sintomas mais persistentes

Vacina 100% nacional começa a ser aplicada

Para estimular a vacinação, a prefeitura de Oiapoque tem feito rondas itinerantes de saúde com aplicação de vacina e testagem rápida da população. O médico infectologista do Hospital das Forças Armadas, doutor Hemerson Luz, lembra que a forma mais eficiente de evitar casos graves e sequelas da Covid-19 é a vacinação. 

“A melhor estratégia para evitar a covid longa ou a presença de sequelas é a vacinação. Sabemos que todas as vacinas foram previamente testadas contra a segurança e eficácia. E foram aprovadas para a ANVISA. E devem ser feitas de uma forma ampla na população. A maior transmissibilidade exige uma cobertura vacinal maior para tentar diminuir a circulação do vírus. E sabemos também que pessoas vacinadas ficam mais protegidas das formas graves da covid-dezenove. E consequentemente poderão evitar a existência ou o surgimento da covid longa ou das sequelas.”, alerta o infectologista. 

Se você já se vacinou, estimule seus conhecidos a buscar um posto de vacinação. Fique atento ao calendário para não atrasar as doses. Quem tem mais de 18 anos e recebeu a segunda dose ou dose única há mais de 4 meses, já pode tomar a dose de reforço. Crianças acima de 5 anos também já podem ser imunizadas. 
 

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *