O que causa unha encravada?

Foto: Reprodução/Canal Doutor Ajuda

Você sabe as causas de unha encravada e como evitar? Neste episódio, a dermatologista Dra. Vivian Barzi dá mais detalhes sobre o assunto.

Unha encravada, que na medicina tem um nome difícil chamado de onic

ocriptose ocorre quando a lateral da unha machuca a pele, causando dor e inflamação. É um problema que pode ser doloroso e potencialmente grave. Grande parte das pessoas sabe reconhecer esse problema.

Quais as causas da unha encravada?

  1. Corte errado da unha. O correto é cortar a unha de forma a deixar ela reta. Ao arredondar os cantos, cortando mais a parte da unha da lateral isso facilita o crescimento da unha para as laterais aumentando o risco da unha encravada.
  2. Uso de sapatos muito apertados e traumas locais. Sapatos de bico fino pressionam muito a lateral dos dedos favorecendo o encravamento das unhas. Traumas locais também podem alterar o crescimento natural da unha. Então se você costuma usar sapatos apertados ou se tem atividade de impactos nos pés como corredores, jogadores de futebol, bailarinas dentre outros, você deve ficar mais atento. 
  3. Terceiro é o formato natural da sua unha. Unhas maiores ou mais curvas (em garra ou em telha) tendem a encravar mais.

Você deve notar se, além da dor, tem vermelhidão, inchaço, calor ao redor da unha e pus. Além disso, a pele ao redor da unha que fica inflamada pode sangrar. Todos esses são sinais de infecção e nesse caso você deve procurar ajuda especializada.

O tratamento é feito com medicações que a depender do caso podem ser pomadas ou comprimidos com objetivo de diminuir a dor e combater essa infecção e cuidados locais para permitir que a unha cresça sem machucar a pele adjacente.

Fatores de risco para unha encravada

  • Diabéticos
  • Pessoas com problema de circulação sanguínea
  • Imunodeprimidos

O que fazer para prevenir unha encravada?

Evitar sapatos apertados e muitos traumas e principalmente cuidado com o cortar a unha: você deve cortar as unhas dos pés deixando quadradas e não muito curtas, ou seja, sem arredondar as bordas e não deve cutucar os cantinhos ou retirar a cutícula em excesso.

Para saber mais, assista ao vídeo no canal Doutor Ajuda.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *