Aumento de Covid-19 na China derruba preços

Foto: Brasil Mineral/Divulgação

O aumento dos casos de Covid-19 na China motivou nova queda de preços do minério de ferro, já que altera as perspectivas de crescimento econômico do país asiático, que é o maior produtor mundial de aço e principal consumidor de metais. No norte da Chi

na, o minério com 62% Fe foi negociado a US$ 136/tonelada, o que representa uma redução de mais de 5% sobre os preços do início da semana. 

A expectativa é que a expansão da Covid-19 impacte negativamente a demanda por aço, devido às restrições impostas pelo governo, principalmente o lockdown. O número de casos de Covid-19 na China mais do que dobrou. A Comissão Nacional de Saúde afirmou que mais de 3.500 novos casos de transmissão local foram confirmados nas últimas 24 horas, bem acima dos 1.337 casos informados no dia anterior. 

Analistas acreditam que o ressurgimento do coronavírus, o fraco mercado imobiliário doméstico e as tensões geopolíticas podem levar a China a alterar sua política econômica, apesar da anunciada alta da taxa de juros por parte do Tesouro americano. 

De acordo com o site de notícias China News, o surgimento de novos casos fez com que as autoridades prontamente impusessem graus variados de restrições no Nordeste da China. Na província de Jilin, oficiais impediram os residentes de viajar dentro e para fora da província, que foi a mais afetada. Cerca de 9 milhões de pessoas na capital da província, Changchun, tiveram que permanecer em suas casas. 

No Sudeste, na província de Guangdong, as fábricas da cidade de Shenzhen, centro de manufatura e tecnologia da China, suspenderam operações, numa tentativa de frear a onda de casos. Shenzhen, que faz fronteira com a semi-autônoma cidade de Hong Kong, é sede da principal operação da Foxconn, maior fornecedor das gigantes Apple, Tencent e Huawei.  

Além disso, centenas de vôos internacionais e domésticos que deveriam pousar em Shangai foram desviados para outras cidades, já que o principal centro financeiro da China enfrenta uma forte onda de casos de Covid-19.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *