Por que o abandono terapêutico é o principal fator de casos refratários


O Ph.d Fabiano de Abreu comenta sobre pacientes que possuem resistência a tratamentos e acabam abandonando a terapia.

Em estudo publicado pela revista Ciência Latina, podemos ver que muitos pacientes que buscam ajuda profissional para lidar com suas emoções e sentimentos, acabam tendo em primeiro momento um certo desconforto com suas próprias questões, o que acaba gerando uma vontade de mudar o outro para si e não mudar suas próprias atitudes.

Como psicanalista e biólogo creio que, ao contrário do que muitos pensam, a terapia é um processo personalizado para cada paciente, sendo feito sob medida para suprir as necessidades e problemáticas de cada indivíduo.

Por mais que a terapia funcione para que os pacientes se percebam, se ouçam, e se vejam, infelizmente ainda é constante casos em que pessoas regrida em seu processo, e o que o maior fator causador disso é o abandono terapêutico de forma precoce.

Ou seja, as situações associadas ao abandono psicoterápico são importantes fontes de informação sobre cada processo terapêutico, o que possibilita a compreensão dos fatores que estão envolvidos e consequentemente na eficácia dos atendimentos.

Artigo publicado: https://ciencialatina.org/index.php/cienciala/article/view/1728/2442

Sobre o Dr. Fabiano de Abreu

Prof. Dr. Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues é PhD em Neurociências, Mestre em Psicanálise, Doutor e Mestre em Ciências da Saúde nas áreas de Psicologia e Neurociências com formações também em neuropsicologia, licenciatura em biologia e em história, tecnólogo em antropologia, pós graduado em Programação Neurolinguística, Neuroplasticidade, Inteligência Artificial, Neurociência aplicada à Aprendizagem, Psicologia Existencial Humanista e Fenomenológica, MBA, autorrealização, propósito e sentido, Filosofia, Jornalismo, Programação em Python e formação profissional em Nutrição Clínica. Atualmente, é diretor do Centro de Pesquisas e Análises Heráclito; Membro ativo da Redilat – La Red de Investigadores Latinoamericanos; Chefe do Departamento de Ciências e Tecnologia da Logos University International, diretor da MF Press Global, membro da Sociedade Brasileira de Neurociências e da Society for Neuroscience, maior sociedade de neurociências do mundo, nos Estados Unidos. Membro da Mensa International, Intertel e Triple Nine Society (TNS), associação e sociedades de pessoas de alto QI, esta última TNS, a mais restrita do mundo; especialista em estudos sobre comportamento humano e inteligência com mais de 100 estudos publicados.

MF Press Global

Consultoria, comunicação, assessoria de imprensa e artística

Consultoria, comunicación, asesoria de prensa y artístico

Consulting, communication, press and artistic consultancy

www.pressmf.global – [email protected] 

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em Informe científico. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *