PETRÓPOLIS (RJ): Defesa Civil Nacional segue com planejamento junto ao município para resposta e prevenção a desastres

Durante todo o dia, foram feitas vistorias em algumas das localidades mais atingidas pelas fortes chuvas que atingiram a cidade de Petrópolis em fevereiro deste ano. Foto: Divulgação

Técnicos da Defesa Civil Nacional estão em Petrópolis (RJ) para planejar trabalhos de resposta e prevenção a desastres naturais na cidade fluminense. A equ

ipe visitou os locais que sofreram mais danos com as fortes chuvas que atingiram a região em fevereiro deste ano.

Paulo Falcão, diretor de Obras de Proteção e Defesa Civil do Ministério do Desenvolvimento Regional, o MDR, explica a importância das vistorias para a elaboração dos planos de trabalho para a solicitação de recursos federais e para o entendimento do desastre. “As vistorias que fizemos hoje complementam as vistorias iniciais que foram feitas logo depois do momento do desastre e, nesse momento, a gente consegue perceber, além da extensão dos danos, entender um pouco mais do fenômeno que deflagrou o desastre do movimento de massa”.

Durante as vistorias, especialistas da Agência de Cooperação Internacional do Japão também coletaram informações para a possível elaboração de estudos para a aplicação de projetos de prevenção de deslizamentos de terra.

Para o secretário municipal de Defesa Civil de Petrópolis, Gil Kempers, o trabalho conjunto entre o Governo Federal, o município e as autoridades japonesas pode marcar uma virada na atuação em desastres. “Esse olhar que está sendo implementado em parceria pela JICA, pelo MDR e a Defesa Civil Municipal é fundamental para que você consiga aumentar a condição de resiliência da população e você conseguir produzir segurança pensando na prevenção de uma maneira mais eficiente e em que você consiga atuar em todas as etapas de defesa civil”.

No município, os técnicos da Defesa Civil Nacional, da Defesa Civil municipal e da Agência de Cooperação Internacional do Japão se reuniram com representantes do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. O encontro serviu para buscar alternativas que mitiguem os danos humanos e materiais em possíveis ocorrências futuras.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *