Saúde oral e saúde mental: como problemas dentários çodem gerar transtornos como ansiedade

A saúde oral afeta diversos aspectos da vida de uma pessoa. Inclusive, pode contribuir para o agravamento de transtornos como a ansiedade, já que a autoestima está plenamente ligada à saúde mental. 

O cirurgião-dentista Flávio Pinheiro falou sobre como ter dentes saudáveis e bonitos pode contribuir para o bem estar do paciente, da mesma forma que os problemas na saúde oral podem gerar graves problemas. 

Entre os benefícios dos procedimentos que realiza, o dentista citou que após o implante, o paciente tem melhora na mastigação e digestão dos alimentos, aprimora a qualidade estética dos dentes e ainda melhora a autoestima do paciente.

“Posso citar o caso de um paciente que por causa da insatisfação com os dentes ele desenvolveu ansiedade, se sentia mal e essa situação acabou sendo um “gatilho” para ele”, contou. 

Em um estudo publicado, o PhD em Neurociências, professor Dr., Fabiano de Abreu Agrela, explicou que “a ansiedade é precursora para desencadear os problemas mentais.”

Devido a isso, o dentista relembra a importância com o cuidado com saúde bucal: “não podemos achar que ir ao dentista é algo que fazemos simplesmente quando sentimos algum incômodo ou puramente por estética. Mas estamos falando de saúde, de bem estar e também de autoestima”, finalizou. 

Sobre Flávio Pinheiro

Flávio Pinheiro se formou como cirurgião dentista em 2004 pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em seguida fez o credenciamento nos sistema ITI de implantes dentários pela maior empresa de implantes do mundo, a Straumann. É especialista em implantodontia pela Associação Brasileira de Odontologia de Santos. Além disso, Flávio é mestre em ciências cirúrgicas pela faculdade de Medicina da UFRJ e teve parte do seu trabalho de mestrado realizado na universidade de Rochester NY. Carrega, entre os seus títulos, o prêmio Mariano de Andrade do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.

Sobre: https://instagram.com/dr.flaviopinheiro.dentista?igshid=YmMyMTA2M2Y=

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em Informe científico. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *