ABONO SALARIAL: CAIXA libera lote complementar de pagamento para cerca de 1,1 milhão de trabalhadores

A CAIXA disponibilizou, nesta segunda-feira, 17 de outubro, o lote complementar de pagamentos do Abono Salarial para cerca de um milhão e cem mil trabalhadores. O pagamento abrange benefícios que foram objeto de revisão de valor, que têm origem judicial ou que não foram retirados durante os calendários já encerrados, exercícios de 2016 a 2020.

O Abono Salarial equivale ao valor de, no máximo, um salário mínimo a ser pago aos beneficiários, conforme calendário estabelecido pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador. 

O pagamento será feito diretamente na conta do cliente CAIXA ou em conta Poupança Social Digital, aberta automaticamente em seu nome, que pode ser movimentada pelo aplicativo CAIXA Tem. A vice-presidente de Governo da CAIXA, Tatiana Thomé, explica quem tem direito ao abono salarial:

“Primeiro, quem teve direito ao abono salarial no período entre 2016 e 2020 – trabalhou em empresas privadas durante esse período. São pessoas que ou não movimentaram seus valores creditados em calendários anteriores ou entraram com algum recurso, tanto administrativo como judicial, contestando valores. Então, no dia 17, foi disponibilizado recurso justamente para quem não recebeu nos calendários anteriores. Os valores médios são de R$ 450, mas podem variar entre R$ 101 e um salário mínimo, e o total liberado é de R$ 440 milhões.”

A CAIXA informa que as parcelas não creditadas em conta ficarão disponíveis para recebimento até o dia 29 de dezembro. Os trabalhadores podem acompanhar o pagamento do benefício pelos aplicativos CAIXA Tem e CAIXA Trabalhador, pelos telefones 111 ou 0800 726 0207. 

Dúvidas sobre valores e regras de concessão do benefício podem ser esclarecidas pelo Aplicativo Carteira de Trabalho Digital, pelo portal www.gov.br ou ainda pelo telefone 158. 

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *