Amazonas: Adaf alerta pecuaristas sobre 2ª etapa de vacinação contra a brucelose

Os pecuaristas que possuem bezerras bovinas e bubalinas com idades entre três e oito meses devem estar cientes do início da segunda fase de vacinação contra a brucelose no Amazonas, conforme alerta da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf).

A vacinação dos animais deve ser realizada e notificada junto à Adaf até 30 de novembro. Os produtores que não possuem fêmeas nessa faixa etária devem informar à autarquia.

De acordo com a veterinária, Pâmela Fernandes, explica a importância da vacinação nos animais, principalmente bovinos e evitar o consumo não pasteurizado. 

“A brucelose é uma zoonose, é uma doença transmitida do animal para o ser humano, principalmente os bovinos. E é por isso que é de extrema importância vacinar o gado contra essas doenças porque pode causar prejuízo tanto para saúde pública, transmitindo para o ser humano riscos para saúde pública,na verdade e prejuízo econômico para o produtor rural, no caso. Uma forma de evitar a profilaxia, para evitar a contaminação por essa doença, é evitar o consumo de leite não pasteurizado e laticínios, não pasteurizados em geral”, explicou.

A imunização contra a brucelose é feita apenas uma vez e é válida ao longo da vida do animal. Após a vacinação, o produtor deve comparecer pessoalmente à Unidade Local da Adaf, onde sua propriedade está registrada, e apresentar a nota fiscal da vacina e o certificado de vacinação. Esse procedimento é necessário para a notificação obrigatória.

A vacinação das bezerras bovinas e bubalinas contra a brucelose está em conformidade com as diretrizes do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Animal (PNCEBT), estabelecido em 2001 pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O objetivo é reduzir o impacto negativo dessa doença na saúde humana e animal, além de promover a competitividade da pecuária nacional. A meta estabelecida pelo Mapa é vacinar pelo menos 80% das bezerras.
 

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *