Chuvas rompem rodovias, causam interdição em BR’s e prejuízo para motoristas

As chuvas fortes dos últimos dias causaram estragos em diversas cidades e estradas de todo o país. Em algumas localidades a pista rompeu e o tráfego ficou totalmente interditado para veículos leves e pesados, como ocorre com as pessoas que  trabalham na Cooperfrig, cooperativa de transporte de cargas em Rio Branco, no Acre. Cristiano e seu pai trabalham na Cooperfrig. O pai de Cristiano também é caminhoneiro e dirige por todo o Brasil. Ele sempre faz transportes pela rodovia 364 e conta que todo ano, a dificuldade e o prejuízo são os mesmos por causa das chuvas. “Essa época da chuva, a BR-364, chegando em Rio Branco, a água trancou o bueiro e rompeu a rodovia e está interditado. Os caminhões saem de Rio Branco, vão para a cidade vizinha Senador Guiomard. Desvio de 40 km de estrada ruim Quebra peça, estoura pneu. Todo ano, esse época a situação é crítica”, desabafou o caminhoneiro.

A PRF de Rondônia atua na divisa com o Acre e informou que ainda não há previsão de liberação da rodovia BR-364 devido a chuva contínua na região. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, Inmet, a previsão é de mais temporais para esta semana principalmente no Norte e Nordeste do país. ”Na região Norte de uma forma geral a chuva fica bem mais concentrada entre o sul e oeste do Tocantins, do Pará, áreas também do Amazonas, Rondônia e também do Acre. Na região Nordeste as chuvas deverão ficar mais concentradas principalmente nos estados do Norte da região entre o Maranhão até o Rio Grande do Norte, e também não se descartam chuvas no Oeste e Norte da Bahia e Oeste de Pernambuco”.

O Norte, Nordeste, Sul e Sudeste são regiões que anualmente registram catástrofes recorrentes às fortes chuvas nos país. No Maranhão, seis pessoas morreram e no Acre 32 mil famílias foram atingidas pelas chuvas. Neste mês de março, a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, propôs em reunião com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, Cemaden, decretar estado de emergência permanente em 1.038 municípios vulneráveis a desastres.

Confira no mapa os municípios em alerta monitorados pelo Cemaden

https://brasil61.com/widgets/mapa/181

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *