Dez cidades do país se encontram em situação de emergência nesta época do ano

Foto: Divulgação/Defesa Civil RS

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), reconheceu, nesta quarta-feira (1), a situação de emergência em dez cidades de seis estados brasileiros atingidas por desastres naturais. Confira neste link portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU). 

Na Bahia, quatro municípios obtiveram o reconhecimento federal devido à estiagem. São eles: Iuiú, Nova Soure, Teofilândia e Uauá.

Ainda na região Nordeste, as cidades de Antônio Martins, no Rio Grande do Norte, e Gracho Cardoso, em Sergipe, tiveram a situação de emergência reconhecida pelo mesmo motivo.

No Espírito Santo, o município de São Mateus também obteve o reconhecimento em razão da estiagem. Já em Viana, outra cidade capixaba, o problema são as fortes chuvas, assim como em São José do Norte, no Rio Grande do Sul.

A publicação da portaria incluiu ainda o município de Osvaldo Cruz, em São Paulo, atingido por vendavais.

Acesso a recursos

Com o reconhecimento federal de situação de emergência, os municípios atingidos por desastres naturais podem solicitar recursos do MDR para atendimento à população afetada, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de equipamentos de infraestrutura danificados pelo desastre.

A solicitação deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD). Com base nas informações enviadas, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com a especificação do montante a ser liberado.

Fonte: Brasil 61

COVID-19: Brasil vacina 80% da população alvo com duas dosesBloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade
Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.