DF registra cobertura vacinal de 72,9% contra a poliomielite em 2021

Os pais e responsáveis por bebês, crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade devem ficar atentos: a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e de Multivacinação deste ano já começou. No Distrito Federal, a mobilização envolve as mais de 200 unidades de saúde do SUS. São 18 vacinas do Calendário Nacional de Vacinação, do Programa Nacional de Imunizações, que previnem doenças como a Poliomielite, Sarampo, Rubéola, Caxumba, entre outras. 

A intenção é ampliar as coberturas vacinais das crianças e adolescentes. Em 2022, a cobertura vacinal da poliomielite, por exemplo, está em 52%, no DF. Já a cobertura da primeira dose da Tríplice Viral é de 59,5%. Os dados são do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações.

Para que toda população fique livre dessas doenças graves, a cobertura vacinal ideal é de 95%. O pediatra Henrique explica as consequências das baixas coberturas vacinais. “Quando temos uma baixa adesão à vacinação, acaba tendo ressurgimento dessas doenças, porque quanto mais pessoas não vacinadas, mais o vírus vai estar circulando entre a população, a exemplo o vírus que causa o Sarampo. Tem muita gente, principalmente pela pandemia, que acabou com medo de sair de casa e não vacinou seus filhos. E as metas de várias vacinas acabaram ficando abaixo de 70%.”

O foco da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, é de  vacinar 95% da população menor de cinco anos de idade. Além de reduzir o número de crianças e adolescentes menores de 15 anos, não vacinados, que estão com vacinas atrasadas, com a Campanha de Multivacinação.

CADERNETA DE VACINAÇÃO: Pais devem manter documento atualizado

POLIOMIELITE: Campanha nacional pretende vacinar 95% das crianças menores de 5 anos

Moradora do Gama, a Elis Cristina tem dois filhos, de 3 e 4 anos. A mãe conta que nunca deixou de vaciná-los, mesmo no período da pandemia. Para ela, vacinar é um ato de amor. “Aos pais e responsáveis que têm receio de vacinar os seus filhos, deixo uma mensagem: a vacina é um ato de amor. O seu filho vacinado vai ter menos chance de adoecer e, como consequência, de transmitir doenças imunopreveníveis para outras pessoas. É uma maneira de proteger o seu filho.”

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e de Multivacinação vai até o dia 9 de setembro nas unidades básicas. Para as crianças e adolescentes estão disponíveis as vacinas BCG; hepatite A, hepatite B; penta; pneumocócica 10-valente; pneumocócica 23-valente; poliomielite inativada(VIP) e poliomielite oral(VOP); rotavírus humano; meningocócica C (conjugada), meningocócica ACWY (conjugada); febre amarela; tríplice viral; tetraviral; tríplice bacteriana (DTP); dupla adulto (dT); varicela e HPV quadrivalente. 

A atualização da caderneta vacinal aumenta a proteção das crianças e adolescentes contra as doenças imunopreveníveis, evitando a ocorrência de surtos, hospitalizações e óbitos. Todos os imunizantes são seguros e estão registrados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa.

Saiba mais:

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.