Dia Mundial da Água: Ministro Waldez ressalta avanços na gestão de recursos hídricos no Governo Lula

O ministro da Integração e Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, participou nesta sexta-feira (22) da cerimônia em comemoração ao Dia Mundial da Água de 2024, realizada na sede da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA). O evento também contou com a presença da ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, e da diretora-presidente da ANA, Verônica Sánchez.

O Ministro apresentou algumas das políticas públicas voltadas para a Segurança Hídrica, como a construção de estruturas que compõem o Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF), conhecido como Transposição do Rio São Francisco, revitalização de bacias hidrográficas, projetos de irrigação, e outras ações do Governo Federal que levam água potável para as regiões mais vulneráveis do país.

“É preciso destacar o compromisso do presidente Lula com a Segurança Hídrica no Brasil. Durante os períodos em que presidiu o país, o presidente sempre se mostrou preocupado com a questão da água, a exemplo da Transposição do Rio São Francisco. Não se trata apenas de infraestrutura hídrica, mas também de tecnologia social para garantir acesso à água para quem mais precisa”, destacou Waldez Góes.

A ministra do Meio Ambiente e Mudança Climática reforçou que a ação dos governos federal, estaduais e municipais em relação às mudanças climáticas, cada vez mais abruptas, deve ser voltada principalmente aos mais vulneráveis. “Se não agirmos de maneira consciente, os mais prejudicados serão os agricultores familiares, os quilombolas e os povos indígenas. Por meio do diálogo, podemos mudar essa realidade. De maneira transversal, com a colaboração de vários outros ministros e ministras, como é o caso de Waldez, conseguiremos minimizar os impactos das mudanças climáticas, com o objetivo de não deixar ninguém desassistido. Isso porque a água, que é tão escassa em alguns lugares, como no Norte e no Nordeste do Brasil, muitas vezes é excessiva em outras regiões, causando alagamentos e enchentes. Portanto, é necessário realizar um trabalho preventivo eficaz”, enfatizou Marina Silva.

A diretora-presidente da ANA agradeceu a presença dos ministros na Agência e comemorou os resultados positivos dos esforços empreendidos pelo Governo Federal. “Unindo esforços, conseguiremos construir um Brasil melhor a cada dia, seguindo nossa missão de realizar estudos, planejamentos e pesquisas sobre a quantidade e qualidade de água em cada município do Brasil. Dessa forma, podemos apontar as diretrizes para a criação ou adaptação de políticas públicas que possam melhorar a vida das pessoas”, finalizou Verônica Sanchez.

Conselho Nacional de Recursos Hídricos

Fonte: MIDR

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *