Doença Celíaca: o que é, causas e tratamentos

Você conhece alguém que passa mal depois de comer pão, macarrão? Já ouviu falar em Intolerância ao glúten e doença celíaca? Neste episódio a Gastroenterologista Dra. Maira Marzinotto dará mais informações sobre o assunto.

O glúten é uma proteína encontrada principalmente em grãos como trigo, cevada e centeio. Na nossa rotina alimentar, muitos alimentos contêm glúten. Além de pães, massas e cerveja, alguns produtos industrializados, como embutidos (salsicha, frios) e molhos (molhos prontos de tomate, caldos de carne) também possuem glúten. 

Nos pacientes com doença celíaca, o contato da mucosa intestinal, que é camada interna do intestino, com o glúten desencadeia uma resposta das células de defesa que acabam atacando o intestino. O seu corpo passa a atacar seu próprio intestino, por isso, é chamado de doença autoimune.

O intestino atacado sofre com isso, pois a parte interna do intestino que é cheia de curvas para absorver melhor os nutrientes após a digestão, se atrofia. As vilosidades ficam atrofiadas e o resultado é a perda da capacidade de absorção dos nutrientes.

Sintomas

  • Diarreia
  • Distensão Abdominal
  • Dor abdominal
  • Anemia
  • Perda de peso
  • Alterações no sistema autoimune

Como é feito o diagnóstico?

Em primeiro lugar, para fazer o diagnóstico de doença celíaca é necessário que o médico suspeite que você tenha a doença para pedir os exames corretos. 

O diagnóstico é feito ao dosarmos os anticorpos específicos. Eles dão uma certeza do diagnóstico em 90% dos casos. Mas mesmo que o anticorpo esteja negativo podemos confirmar com um exame de endoscopia com biópsias do duodeno (que é a primeira  parte do intestino delgado). A biópsia pode mostrar uma atrofia da mucosa intestinal e muitas células inflamatórias que infiltram essa região. 

E como é feito o tratamento?

É muito importante que a pessoa que foi diagnosticada com a doença exclua completamente todo o glúten da dieta.  A mudança na dieta deve ser radical. O paciente deve ler todas as embalagens com muito cuidado e não deve comer absolutamente nada que contenha glúten. Deve, inclusive, evitar de compartilhar talheres e preparar a comida em ambiente separado dos alimentos com glúten. 

Para saber mais, assista ao vídeo no canal Dr. Ajuda.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *