Em Maracás, na Bahia, 100 famílias de baixa renda recebem a casa própria

Foto: MDR/Divulgação

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), entregou, nesta quarta-feira (27), 100 moradias a famílias de baixa renda de Maracás, na Bahia. Ao todo, cerca de 400 pessoas foram beneficiadas.

O Residencial Bosque das Flores é composto por unidades do tipo casa em loteamento. O empreendimento recebeu investimento federal de R$ 6,5 milhões, por meio do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). O recurso representa 100% do valor da operação.

Cada moradia tem 50,50 metros quadrados de área. Elas foram entregues com todas as obras de infraestrutura interna e externa concluídas, como água, esgoto, iluminação pública, energia elétrica, pavimentação e drenagem. Nos arredores do residencial, existem seis creches, cinco escolas e um posto de saúde.

Uma das beneficiárias com a nova moradia foi a agente de ação social Carina Pereira de Jesus, de 34 anos. O sonho dela era conquistar a casa própria para morar com o filho. “Estava difícil pagar R$ 400 de aluguel e todas as contas da casa, pesava muito no meu orçamento no fim do mês. Sempre desejei ter meu cantinho, mas eu não tinha meios para conseguir isso. O que me deixa mais feliz agora é saber que ninguém vai bater na minha porta querendo o imóvel de volta, algo que acontece quando vivemos de aluguel. Agora tenho a segurança de morar em um lugar que é meu”, comemorou.

O secretário nacional de Habitação do MDR, Alfredo dos Santos, reforçou o empenho do Governo Federal para facilitar o acesso à moradia digna. “Temos uma determinação do presidente da República de que é prioridade terminar as obras em andamento e retomar as obras paralisadas. Isso demonstra o respeito com o dinheiro público”, afirmou.

Casa Verde e Amarela

Empenhado em reduzir o déficit habitacional, o Governo Federal retomou obras, ampliou o programa nacional de Habitação – o Casa Verde e Amarela – e rompeu, em junho deste ano, a barreira de 1 milhão de unidades entregues à população desde 2019.

O Programa Casa Verde e Amarela, que completou um ano em 25 de agosto, avançou no combate ao déficit habitacional por atuar em diversas frentes. Além da produção de casas e apartamentos, também inclui regularização fundiária, melhoria de residências e há outras ações em estudo, como a locação social.
 

Fonte: Brasil 61

COVID-19: Brasil vacina 80% da população alvo com duas dosesBloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade
Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.