Encontro Nacional do Agro reúne Federações estaduais, sindicatos e associações do setor em Brasília

Cerca de 3.500 pessoas acompanharam, nessa quarta-feira, Pecuária e Abastecimento, Marcos Montes, foram convidados a participar. O tema central do debate girou em torno dos desafios para o desenvolvimento agropecuário, em consonância com a preservação do meio ambiente. 

Leite chamou atenção para a participação do setor privado na resolução de conflitos ambientais. “É o setor privado que vai achar uma solução para os desafios ambientais. A solução está na escala, no volume de produção e, nesse caso, já existem estudos que indicam a produção de cultivares, principalmente tropicais, que vão absorver carbono da atmosfera enquanto produzem, com isso retirar da atmosfera 40% dos gases de efeito estufa”, disse. 

Marcos Montes destacou que ainda há desafios a serem superados nas questões agropecuária e ambiental. “Ainda temos dever de casa a fazer. Não pense que estamos na plenitude da sustentabilidade. Nós temos a questão da regularização fundiária, que é fundamental para a questão ambiental. Se não aprovarmos a regularização, não vamos ter a quem buscar para saber o que está acontecendo em derrubadas, desmatamentos ilegais”, disse o ministro.

Convênios

O evento teve ainda a assinatura de convênios da CNA com outras instituições. Um dos acordos é com a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), para o diálogo permanente entre produtores e gestores. O objetivo é disseminar boas práticas de gestão, além da elaboração de estudos, pesquisas e novos indicadores.

Outro convênio assinado foi com o IBGE, que, segundo a CNA, vai permitir o desenvolvimento de pesquisas, inclusive no setor agropecuário, o que tende a ajudar em políticas públicas. A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) também firmou parceria para fortalecer produtos brasileiros no mercado exterior.

Lançamentos

A Comissão das Mulheres, iniciativa que pretende ampliar a participação feminina no agro, em sindicatos patronais rurais, também foi lançada durante o evento. Comissões estaduais vão estimular o desenvolvimento de lideranças femininas. 

A CNA divulgou ainda o Empregos Agro, plataforma gratuita específica do agronegócio que conecta empresas, candidatos e instituições de ensino para capacitação especializada.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.