Estimativa de crescimento do PIB nacional chega a 3% em 2023

O desempenho previsto para o crescimento do Produto Interno Bruto do Brasil em 2023, segundo estimativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) é o mesmo de 2022: 3%. Já a expansão da economia brasileira deve chegar a 1,7% em 2024. Os números mais expressivos de crescimento vem da agropecuária, que deve bater os 15,1% — alavancados pela exportação de soja e milho — e da extração de petróleo e minério de ferro. 

Os dados mais recentes da CNI mostram que o mês de novembro teve desempenho abaixo do esperado, sobretudo na indústria da construção, onde o recuo foi de 3,5 pontos na comparação com outubro. O índice também ficou abaixo da média dos meses de novembro, de 46,5 pontos, e abaixo da média histórica do indicador, de 46,3 pontos. Quem explica é a analista de Políticas e Indústria da CNI, Paula Verlangeiro.

“Isso aconteceu porque o índice que mensura a atividade e o emprego seguiu em trajetória de queda em novembro. Olhando especificamente para a atividade, esse indicador sofreu recuo e ficou abaixo da média, tanto na série histórica, como na média para os meses de novembro. Mostrando que o resultado esperado para o mês não se concretizou.” 

Goiás, números mostram crescimento acima da média nacional 

Um dos estados onde o agro é mais forte, Goiás, apresentou crescimento no setor, acima da média nacional: 16,5%. Mas outros setores como serviços e indústria, também cresceram no estado mais que a média do país. Segundo dados do instituto Mauro Borges de pesquisa, a indústria em Goiás cresceu 3,4% em 2023, enquanto o Brasil recuou 0,7% no mesmo período. 

O PIB bruto de Goiás, no acumulado dos últimos 12 meses, foi de 5,4%, enquanto o nacional deve fechar o ano de 2023 em 3%. Para o governador, Ronaldo Caiado (União Brasil), parte desses números podem ser atribuídos à confiança que o empresariado tem na gestão pública.

“Os programas de incentivos fiscais que o governo tem dado são oferecidos de forma honesta e republicana a todos que precisam. Isso mostra que Goiás teve o maior índice de crescimento industrial nesse período, isso em decorrência de uma política do governo de cada vez mais cuidar da segurança, da educação.” 

Além da confiança do empresariado nas políticas públicas adotadas, o aumento da segurança pública tem atraído novos investimentos para o setor industrial. Outro ponto considerado fundamental por Caiado para o desenvolvimento, é a mobilidade.

“Junto a isso temos uma política de recuperação da nossa malha viária, a qualidade do padrão das estradas que os estamos reformando e construindo — o que dá um suporte ao empresário que vem se instalar no estado de Goiás, — e ao mesmo tempo, todos esse detalhes como segurança, educação e saúde, que são complementos fundamentais para que o estado possa ofertar condições de desenvolvimento para as indústrias.” 

Crescimento de Goiás deve chegar a 6%, quase o dobro da média nacional que deve ser de 3,3%

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *