Já começaram as inscrições para a lista de espera do Sisu

Valter Campanato/Agência Brasil

O resultado dos aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o segundo semestre de 2022 foi liberado nes

ta quarta-feira (6). E a lista de espera  para os não aprovados também já está aberta. Para saber se foi aprovado ou pode inscrever-se na lista de espera, o candidato deve acessar as informações da seleção no Portal Acesso Único.

Os estudantes que não alcançaram nota para serem contemplados na chamada regular, mas desejam entrar para a fila de espera, precisam solicitar sua participação na lista. Para isso, o candidato deve entrar no Portal Acesso Único e manifestar seu desejo de participar do processo de espera, escolhendo apenas um dos cursos selecionados no momento da inscrição do Sisu. Não é possível ingressar na lista de espera de mais de um curso. Os candidatos têm até o dia 18 de julho para fazer o pedido.
 
A lista de espera possibilita que as instituições participantes do Sisu façam chamadas posteriores para garantir o preenchimento das vagas que não foram ocupadas na chamada regular. Para o segundo semestre de 2022, o Sisu está ofertando 65.932 novas vagas, distribuídas em 73 instituições públicas de ensino superior.

Sisu: já está liberada a consulta às vagas oferecidas pelas instituições públicas no segundo semestre

Qual curso selecionar para a lista de espera?

Ao acessar o resultado no Portal Acesso Único, é possível conferir a sua colocação entre os candidatos e avaliar o quão próximo está para as próximas chamadas possíveis. Para acertar na escolha, é importante ter em mãos a quantidade de vagas disponíveis nos cursos selecionados e, também, a nota de corte do curso desejado. É o que nos explica o historiador e pedagogo Admilson Costa, especialista em gestão e orientação educacional.

“O mais importante é ter noção da nota de corte. Uma que a partir desse parâmetro você consegue indicar uma vaga com maior possibilidade de adentrar neste curso. Caso contrário pode ser que você com uma nota muito distante queime um cartucho na hora de escolher o curso.”

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) liberou a quantidade de vagas para consulta desde o dia 22 de junho, antes mesmo das inscrições para o Sisu serem abertas.

Gestão educacional: relatório permite o acompanhamento de metas

A matrícula

Para os aprovados na chamada regular, o prazo para realizar a matrícula ou o registro acadêmico é entre os dias 13 e 18 de julho. O processo é feito diretamente na instituição em que o estudante garantiu a vaga e, para não perder a matrícula, é importante observar os dias, horários e locais de atendimento que cada instituição designou.

Assim, é importante que o candidato que está na lista de espera fique atento às atualizações do sistema, uma vez que as vagas serão preenchidas nos próximos dias e, caso os aprovados da chamada regular não consigam efetivar sua matrícula, as vagas começam a ser disponibilizadas para a lista.

No momento da matrícula, o candidato deve apresentar: 

  • um documento original com foto; 
  • CPF;
  • certificado de conclusão do ensino médio;
  • histórico escolar. 

Outros documentos podem estar na lista de obrigatoriedades, dependendo do edital da instituição. Aos estudantes cotistas, é necessário que haja documentos que comprovem a renda familiar e a realização do Ensino Médio integralmente na rede pública de ensino.
 

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.