MDR condecora personalidades que ajudaram a fortalecer proteção e defesa civil no País

O Mistério do Desenvolvimento Regional (MDR) homenageou, nesta segunda-feira (17), com a Medalha Defesa Civil Nacional, 50 personalidades civis e militares, além de instituições, que trabalham para o fortalecimento da proteção e defesa civil do País, de forma direta ou indireta. Confira neste link a lista completa dos agraciados nos graus Grande Oficial, Comendador e Cavaleiro.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, esteve presente à solenidade. Ele destacou a importância de valorizar quem trabalha em prol da proteção e defesa civil no País. “Gostaria de cumprimentar todos os agraciados e, sobretudo, meus servidores do MDR. Trabalho aqui minha vida toda e temos poucos momentos para reconhecer o trabalho das pessoas. No serviço público, há poucas formas de reconhecer. Quero cumprimentar todos que trabalham aqui e fazem muito pelo País, na maioria das vezes, sem nem perceber que estão fazendo”, afirmou.

O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil do MDR, coronel Alexandre Lucas, também exaltou os agraciados e reforçou a importância de todos na preservação de vidas em desastres naturais pelo Brasil. “Reconhecer o trabalho de pessoas e instituições que nos ajudaram a cumprir nossa árdua missão é, para nós, uma oportunidade de expressar admiração e, principalmente, gratidão pelos serviços prestados ao povo brasileiro na gestão de riscos e desastres”, celebrou o secretário. “A proteção e defesa civil é uma política pública que comprova a máxima de que precisamos uns dos outros” completou.

Entre os 50 agraciados, estão personalidades que se destacaram na proteção e defesa civil, como o coronel Edgard Estevo, comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, que atuou na tragédia do rompimento da barragem de Brumadinho, em 2019.

“Esta medalha é um reconhecimento do trabalho de todo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais em prol da sociedade mineira. O desastre em Brumadinho foi o maior desafio enfrentamos em sua história. A magnitude do desastre, o número de vítimas, a complexidade da ocorrência, o número de socorristas e agências, a logística, os riscos para os socorristas e a comoção nacional fizeram com que a gestão fosse com aspectos de ineditismo e aprendizado”, contou Estevo.

Outra agraciada foi a bombeira civil e médica veterinária Carla Sássi de Miranda, coordenadora do Grupo de Resgate de Animais em Desastres (Grad). Para ela, a Medalha Defesa Civil Nacional é o maior reconhecimento que o órgão já teve por seu trabalho.

“É um grupo que, há mais de 10 anos, vem se empenhando e se capacitando para atuar de forma efetiva nos desastres em massa, resgatando animais e assistindo as famílias multiespécies atingidas”, afirmou. “Receber tamanha homenagem da Defesa Civil é também uma grande responsabilidade, porque é nesse setor que nos inspiramos e onde encontramos uma parceria incrível, que vem trazendo ótimos resultados”, completou.

Também foi condecorada a prefeita de Francisco Morato (SP), Renata Torres de Sene. Ela foi responsável pela criação da Comissão de Proteção e Defesa Civil na Frente Nacional dos Prefeitos.

“Eu recebo essa medalha com muita gratidão pela oportunidade de representar tantas gestoras e gestores que assumem o compromisso de discutir e implementar políticas públicas de enfrentamento desse grande desafio que é proteger as nossas famílias do risco de desastres”, afirmou Renata. “Essa medalha carrega uma mensagem forte de luta, de resiliência e de muita coragem por parte de todas as pessoas envolvidas neste cenário. Sabemos que ainda há muitos desafios. Mas, é importante dizer que construímos cada passo dessa jornada estabelecendo grandes parcerias: ouvindo a comunidade, compartilhando com colegas experiências de sucesso, buscando apoio em outros entes e órgãos”, completou.

Outro condecorado foi Antônio dos Santos Souza, coordenador de Planejamento do município de Propriá, em Sergipe, devido ao trabalho de sucesso para melhorar a estrutura da cidade com foco na prevenção de desastres.

“Receber essa medalha como forma de reconhecimento pelos meus serviços é uma grande honra. Mesmo diante de tantas dificuldades, conseguimos firmar parcerias, fortalecendo a Defesa Civil Municipal. O município de Propriá é banhado pelo Rio São Francisco e, naturalmente, convivemos com transformações em períodos de chuvas mais fortes, as quais, muitas vezes, causam muitos prejuízos públicos e privados. Saber conviver com o Rio e suas transformações, muitas provocadas por ações humanas, segue como um dos maiores desafios”, relatou.

Entre as instituições condecoradas estão o Conselho Nacional de Gestores Estaduais de Proteção e Defesa Civil (CONGEPDEC) e o Escritório Regional das Nações Unidas para a Redução de Desastres para as Américas e o Caribe (UNDRR).

Além disso, foram agraciados agentes federais, coordenadores estaduais e municipais de defesa civil, servidores da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil e outras personalidades civis e militares.

Confira neste link portaria do Diário Oficial da União desta sexta-feira (14) com a lista dos agraciados.

Assista abaixo vídeo com a cerimônia de entrega as medalhas:

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *