MDR faz vistoria em praias do Projeto Falésias no Rio Grande do Norte

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) realizou, nesta segunda-feira (3), vistoria em praias que fazem parte do Projeto Falésias, no Rio Grande do Norte. A ação tem como objetivo levantar dados para a elaboração de estudos de diagnóstico e prognóstico da situação de risco geomorfológico. Os estudos pautam possíveis soluções para garantir maior segurança para os moradores e turistas que frequentam as praias de Pipa, no município de Tibau do Sul, e de Barra de Tabatinga, em Nísia Floresta.

Além disso, foi elaborado um relatório, em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), com os riscos de desmoronamentos e apresentando sugestões de medidas a serem tomadas para evitar esse tipo de acidente na região. Foram investidos R$ 393,7 mil, repassados por meio de um Termo de Execução Descentralizada (TED).

Para o diretor do Departamento de Obras Hídricas do MDR, Francisco Igor Nunes, a parceria vai gerar bons frutos para a região. “Aproveitamos a ocasião para discutir eventuais contribuições do MDR a medidas que garantam a segurança da população local e do grande número de turistas brasileiros e estrangeiros que frequentam as praias Rio Grande do Norte”, destacou.

Coordenador do Projeto Falésias, o professor Rodrigo de Freitas ressalta que a iniciativa conta com a participação da comunidade. “A vistoria feita, ao lado do diretor Francisco Igor, nos possibilitou visualizar in loco a materialização de muitas dessas ações que foram desenvolvidas no projeto”, comentou.

O estudo realizado envolveu o uso de drones para fotogrametria das falésias e entorno, mapeamento de uso do solo, levantamento de parâmetros da erosão costeira, medição e descrição da estrutura geológica das falésias para identificar problemas que possam acelerar a erosão das falésias.

Falésias

Falésias são um tipo de acidente geográfico formado por uma encosta íngreme ou vertical, que geralmente termina no mar e encontra-se sob a ação erosiva causada pela água. Falésias de grande dimensão costumam ser chamadas de penhasco.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *