MIDR repassa, nesta semana, mais de R$ 18,1 milhões para ações de defesa civil em 46 cidades

O Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), por meio da Defesa Civil Nacional, repassou, de 20 e 24 de março, mais de R$ 18,1 milhões para ações de defesa civil em 46 cidades afetadas por desastres nos estados da Bahia, Pará, Minas Gerais, Pernambuco, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Maranhão. Desde o início do ano, já foram investidos mais de R$ 215 milhões em ações contra desastres no Brasil.

Doze municípios localizados em Minas Gerais vão receber, juntos, mais de R$ 7,8 milhões para ações de defesa civil. Coronel Fabriciano, na Região Metropolitana do Vale do Aço, vai receber R$ 992,7 mil para contenção de encosta na Rua Vale da Jamaica. Já Piedade de Ponte Nova obterá R$ 985,6 mil para a construção de muros de contenção e reconstrução de duas pontes.

Crucilândia vai receber R$ 43,4 mil para restabelecimento de acessos e Aricanduva, R$ 22,8 mil para restabelecimento de estradas. Para Campanário, serão repassados R$ 33,1 mil para restabelecimento de bueiro do Córrego Gamelão; para São Francisco, R$ 388,1 mil para compra de cestas de alimentos; e para Rio Manso, R$ 194,6 mil para reconstrução e estabilização de talude. Para Salinas, serão repassados R$ 605 mil para a reconstrução de 12 casas.

Já a cidade de Pavão vai receber cerca de R$ 398,5 mil para restabelecimento de encostas, bueiros e pontes e mais R$ 118,5 mil para restabelecimento de encosta e de via pública com muro de contenção no Bairro Cidade Alta. 

O município de Espera Feliz vai contar com R$ 899,4 mil para construção de 33 unidades de habitação popular. Já Rio Pardo de Minas vai receber pouco mais de R$ 2,9 milhões para construção de muros de contenção e recuperação das Ruas Dormírio dos Santos e Duarte Paes, ambas no bairro João Clara. Todas essas cidades foram atingidas por chuvas intensas.

Por fim, o município de Sacramento terá acesso a R$ 242,8 mil para reparação de moradias atingidas por uma queda de granizo.

Bahia

Na Bahia, a cidade de Wenceslau Guimarães, atingida por fortes chuvas, vai receber R$ 502,2 mil para estabilização de encostas. Serão 54 metros na Rua Dermival Lopes, no bairro São José; 42 metros na Rua Dois de Julho, no bairro Cecilia Souza; e 33 metros na Rua da Cachoeira, no Povoado Rio Preto.

Pará

No Pará, Mojuí dos Campos vai contar com R$ 2,1 milhões para compra de cestas básicas, colchões, redes para dormir, kits de dormitório, higiene pessoal e limpeza e combustível. O município também foi atingido por fortes chuvas.

Pernambuco

Em Pernambuco, Jaboatão dos Guararapes terá acesso a R$ 897,7 mil para reconstrução de muro de arrimo superior e da escadaria do setor VAG 05/Vista Alegre, além da reconstrução de muro de arrimo inferior, drenagem, colocação de telas em concreto projetado no entorno da obra localizada no setor UR6.5 no bairro de Zumbi do Pacheco. O município também enfrentou chuvas intensas. Confira aqui e aqui.

Santa Catarina

Também atingida por fortes chuvas, a cidade de Ascurra, em Santa Catarina, vai receber R$ 448,5 mil para restabelecimento da galeria e via na Rua Dom Bosco; restabelecimento do acesso ao centro (Travessa Zonta), da Rua Giovani Bordin, no bairro Nossa Senhora de Lurdes, da Rua Apiúna I, no bairro Ilse, do Parque Per Tutti e da Rua Dante Zonta, além de restabelecimento da drenagem ao lado dos bombeiros, no bairro Estação, e da rede de drenagem pluvial no Bairro Centro.

Rio Grande do Sul

Já no Rio Grande do Sul, dez cidades tiveram repasses por conta da estiagem. Foram beneficiadas Passa Sete (R$ 482 mil), São Sepé (R$ 981,3 mil), Vera Cruz (R$ 556 mil), Nova Esperança do Sul (R$ 358,9 mil em quatro repasses: 010203 e 04), Palmitinho (R$ 358,6 mil), São Borja (R$ 388,4 mil), Garruchos (R$ 115,5 mil), Bossoroca (R$ 396,1 mil), Itacurubi (R$ 311,8 mil) e Cristal do Sul (R$ 328,6 mil).

Os recursos serão usados na compra de cestas básicas, reservatórios de água potável e combustível; e aluguel de caminhão pipa e de tanque móvel com motobomba.

Maranhão

Para o estado do Maranhão, serão destinados mais de R$ 3 milhões. Os recursos serão utilizados na compra de 2,6 mil cestas de alimentos, 5 mil colchões e 5 mil kits dormitório. Os materiais serão enviados para 20 municípios afetados por chuvas intensas e que tiveram situação de emergência reconhecida na última quinta-feira (23). 

Serão beneficiadas com a ação as populações de Afonso Cunha, Alto Alegre do Pindaré, Barreirinhas, Buriti, Coroatá, Esperantinópolis, Governador Nunes Freire, Graça Aranha, Grajaú, Lago da Pedra, Pedreiras, Pinheiro, Poção de Pedras, Santa Inês, Santa Luzia, Santo Antônio dos Lopes, São João do Caru, Trizidela do Vale, Tuntum e Zé Doca.

Como solicitar recursos federais para ações de defesa civil

Cidades em situação de emergência ou estado de calamidade pública reconhecido pela Defesa Civil Nacional estão aptas a solicitar recursos do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional para atendimento à população afetada.

As ações envolvem socorro, assistência às vítimas, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura destruída ou danificada. A solicitação deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD). 

Com base nas informações enviadas, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com a valor ser liberado.

Capacitações da Defesa Civil Nacional

A Defesa Civil Nacional oferece uma série de cursos a distância para habilitar e qualificar agentes municipais e estaduais para o uso do S2iD. As capacitações têm como foco os agentes de proteção e defesa civil nas três esferas de governo. Confira neste link a lista completa dos cursos.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *