Nova estação de tratamento de esgoto em Ribeirão das Neves (MG) vai atender 60 mil pessoas

Os moradores de Ribeirão das Neves, em Minas Gerais, já podem contar com mais uma estrutura para saneamento básico. Nesta quarta-feira (26), foi inaugurada a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Santinho, que vai atender cerca de 60 mil moradores dos bairros Franciscadriângela, Liberdade e arredores. Com a nova estrutura, 70% da população da cidade, ou 248 mil pessoas, passarão a ser atendidas com tratamento e coleta de esgoto.

O investimento na obra foi de mais de R$ 57,1 milhões, entre financiamentos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), por meio do Programa Avançar Cidades Saneamento, do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), e contrapartida da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), responsável pela operação da estação.

Presente à entrega da ETE, o ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, ressaltou a importância do Novo Marco Legal do Saneamento Básico, que tem como uma de suas metas garantir que 99% da população brasileira tenha acesso a água potável e 90%, a coleta e tratamento de esgotos até 2033.

“O novo marco regulatório do saneamento, em vigor desde julho de 2020, tem como um dos focos a universalização dos serviços. Até 2033, todo brasileiro vai ter esgoto tratado e abastecimento de água se a gente tirar essa legislação do papel e colocá-la em prática. Estamos falando de resolver um problema e isso já começou”, destacou Ferreira. “O Brasil precisa, na nossa estimativa, de R$ 900 bilhões de investimento em saneamento básico para cumprirmos a meta. Vamos conseguir isso em parceria com a iniciativa privada. Isso significa gerar 1,5 milhão de novos empregos no Brasil nesse período”, enfatizou.

O prefeito de Ribeirão das Neves, Junynho Martins, destacou os benefícios da ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) da cidade. “É saúde, é qualidade de vida para uma cidade como a de Ribeirão das Neves, que fica ao lado da capital (Belo Horizonte), mas que ainda tinha esgoto a céu aberto. Agora ampliamos o tratamento e vamos dar mais saúde para as crianças e para a população como um todo. E também aumentamos a consciência ambiental”, comemorou.

A obra completa da ETE conta com 7,8 quilômetros de interceptores, três sifões invertidos, uma estação elevatória de esgoto, uma estação de tratamento de esgoto e 334 metros de emissários. Com a nova estação, Ribeirão das Neves passou a ter quatro unidades de tratamento de esgoto.

Moradora de Ribeirão das Neves, Laís de Maria Marques relatou a diferença da qualidade de vida de quando chegou à cidade, há cerca de vinte anos, para o atual momento. “Quando vim morar aqui não tinha água, não tinha luz. Era tudo buscado na biquinha, na cisterna. A gente tinha que ferver a água para poder tomar, pois era uma água amarela, muito ruim. Agora melhorou muito, é a água que a gente necessita”, comentou.

Regionalização de saneamento no Vale do Jequitinhonha

Também nesta quarta-feira, foi anunciada a regionalização dos serviços de saneamento do Vale do Jequitinhonha. Um bloco composto por 96 municípios, com população de mais de 1,4 milhão de pessoas, vai trabalhar para alcançar a regionalização dos serviços de água e esgoto até 2033, como estipulado pelo novo Marco Legal do Saneamento.

Atualmente, a cobertura de abastecimento de água na região é de 65,4% e a de esgoto, 48,58% – números inferiores à média nacional. Os municípios que integram o bloco têm baixos índices de urbanização e de desenvolvimento socioeconômico, além de escassez hídrica, elevado déficit de infraestrutura urbana e grande parte da população em situação de extrema pobreza.

A primeira missão do bloco é fazer a modelagem para concessão dos serviços de água e esgoto. Esse trabalho está sendo realizado pelo International Finance Corporation (IFC), instituição do Banco Mundial que fornece serviços de investimento, consultoria e administração de ativos para incentivar desenvolvimento do setor privado em países menos desenvolvidos. O prazo para finalização do processo é junho de 2024.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *