PEQUENOS NEGÓCIOS: Chocolateria artesanal do DF cresce e vende produtos em 350 pontos em todo Brasil

Foto: Divulgação/Sebrae

O brasiliense Alexandre Ferreira tinha um sonho, em 2009: ser jogador de futebol. Com dificuldades financeiras à época, aprendeu a fazer bombons artesanais de chocolate e começou a vender nas ruas de Br

asília. O dinheiro arrecadado pagava a passagem para os treinos e os equipamentos esportivos.

Com a ajuda da família e amigos, o que era apenas um complemento de renda cresceu e se tornou a empresa Aguimar Ferreira Chocolateria – uma marca que produz, atualmente, cerca de 600 quilos de chocolate por mês e que está em 350 pontos de venda, em mais de oito estados brasileiros.

O nome do empreendimento é em homenagem aos pais de Alexandre, que o apoiaram desde o início, especialmente quando o negócio se espalhou e a demanda aumentou, ficando mais sério e lucrativo.

“Humanamente já era impossível eu fazer tudo sozinho e minha mãe começou a me ajudar. Aí, o meu pai também, os meus irmãos. E a gente começou a fazer ali um negócio familiar. Aí falei: ‘preciso colocar um nome, né?’. Então, quis homenagear meus pais. Aguimar é o nome da minha mãe, Ferreira é o sobrenome do meu pai. Por todo o apoio, todo incentivo que me deram desde o início da minha trajetória.”

Em 2011, Alexandre procurou apoio do Sebrae para formalizar o empreendimento. Desde então, a parceria entre o empresário e a entidade rendeu várias oportunidades. Foram cursos gratuitos nas áreas de vendas, contabilidade e marketing digital: tudo para auxiliar no crescimento do negócio. 

“Me formalizei como um dos primeiros microempreendedores individuais e ali comecei a despertar uma imersão dentro do Sebrae. Hoje, produzimos cerca de 600 quilos de chocolate no mês. Nos próximos 50 anos, espero ser uma das maiores empresas do país e do mundo no ramo da chocolateria.”

Depois de trocar o futebol pelo chocolate, os sonhos do Alexandre mudaram. Em agosto de 2021, conseguiu realizar um deles: abrir a primeira loja física da Aguimar Ferreira Chocolateria. 

Há 50 anos, o Sebrae apoia pequenos negócios como o de Alexandre. São pessoas que trabalham e realizam, movimentando a economia e transformando a história de milhares de brasileiros. Sebrae, há 50 anos ao lado de quem fez história ontem, constrói o hoje e cria o futuro todos os dias.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.