Por causa das fortes chuvas, BRs ainda estão interditadas ou passam por manutenção

As rodovias brasileiras continuam em situação de alerta. Em razão das fortes chuvas que atingiram cidades em todo o país, algumas BRs estão interditadas ou passam por  manutenção. O km 63 da BR-470, em Santa Catarina, opera no sistema “siga e pare”. No trecho entre Blumenau e Indaial a previsão é  que o tráfego seja totalmente liberado até o fim de semana. Há cerca de 20 dias a rodovia esteve interditada por causa das chuvas. O comunicador Iran Guerra trabalha em Indaial e conta que este período sempre causa transtornos para os motoristas que trafegam na região. “Nós temos a situação de Corupá que é pela [BR] 280. Do nada cai barreira, interdita tudo lá, mas no momento, o transito está fluindo. [Quando] para tudo, a BR fica assim dois, três dias, mas logo libera. Tem lugar que não passa caminhão, daí é preciso fazer uma manobra, um desvio”, relata. (Nova Metropolitana FM).

A BR-285, também em Santa Catarina, fica interditada de sexta a domingo, em Timbé do Sul. Em Goiás também tem estrada em obras: a BR-060 nos trechos de Rio Verde, Santo Antônio da Barra, Santa Helena e Acreúna. 

Nesta semana, os motoristas devem redobrar ainda mais a atenção. De acordo com o Inmet, do Centro ao Norte do país predomina tempo chuvoso, principalmente nessas regiões. “Ao longo da semana, as chuvas com volumes mais significativos vão estar concentradas ainda do Centro para o Norte do país, que envolve a região Norte, um parte da região Nordeste e também em Mato Grosso. Abril é um mês chuvoso, e só começa a diminuir [volume de chuvas] em maio”, explica a meteorologista do Inmet, Andreia Ramos.

Em caso de risco nas estradas, a Defesa Civil recomenda aguardar a chuva ficar branda em local seguro, evitar se abrigar debaixo de árvores e evitar ficar próximo de rede de alta tensão. 

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *