Previsão de raios e trovoadas

Antes, víamos que depois da tempestade vinha a bonança. Agora, poderemos ter mais raios e trovoadas em vez de bonança…

O que os mercados podem enxergar depois das mudanças na política da Petrobras? E sobre as investidas  para mudar o que foi aprovado como com a privatização da Eletrobras? Ou nas mudanças que estão fazendo em leis que deveriam ser reprovados pelo STF e não estão sendo feitas? Ou em promover decretos contra o novo marco do saneamento já aprovado? Pois é…

Pode ser no curto prazo, mas também pode ser no decorrer do tempo. E não adianta nadar contra a maré, o caldo é eminente. 

Assim é com o mercado financeiro que ao ver que foram enganados ou que as regras estão mudando dentro do jogo, investidores e empresários, pegam seus recursos e partem para outro local. Simples…

Com esse modo de governar que estamos tendo, com confrontos do agro ao BC, contra as políticas e privatizações que foram feitas no governo passado ou em querer desfazer tudo que foi feito, tudo com obsessão de realizar desejos particulares e populistas, nada vai adiante.

Então veremos CPMIs espalhadas com a finalidade de resolverem perrengues e aumentando o discurso de “nós contra eles”, enaltecer políticos retornando ao palanque. Enquanto isso, economicamente, o país fica em segunda opção.

Enquanto nossa economia doméstica fica sem direção definida, os olhos dos investidores enxergam dados mais para o exterior, que estão saindo como a solução com o teto da dívida EUA e uma confiança de que não haverá inadimplência, com a preocupação do BCE com os preços de serviços com desafios para desacelerar o núcleo da inflação, e uma provável desaceleração na economia chinesa provocando quedas no petróleo e no minério de ferro.

Fonte: Brasil 61

Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *