Projeto Hidroagrícola do Jequitaí chega em Minas Gerais

O Projeto do Jequitaí vai permitir a exploração agrícola de uma área de 35 mil hectares. Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), autorizou o início dos estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental para instalação do Projeto Hidroagrícola do Jequitaí, em Minas Gerais. A partir de agora, o consórcio composto pelas empresas Fortaleza Santa Terezinha, CPD e Aroeira terá 90 dias para entregar os estudos.

Segundo o diretor de Parcerias com o Setor Privado e Sustentabilidade do MDR, Eduardo Nóbrega, o Projeto Hidroagrícola de Jequitaí (PHJ) vai beneficiar cerca de 150 mil pessoas em 19 municípios mineiros, gerando 80 mil empregos diretos e indiretos. “O seu principal objetivo é a implementação de duas barragens de uso múltiplo no rio Jequitaí e de sistemas de irrigação, que permitam a regularização da vazão do rio São Francisco, a revitalização da sub-bacia, a geração de 20 MW de energia, acumulação de água para abastecimento humano e exploração agrícola de uma área de 35 mil hectares”, informa.

O vale do Jequitaí tem sido estudado há mais de 50 anos. Os estudos realizados para a bacia buscaram sempre o desenvolvimento econômico da região por meio da disponibilização de recursos hídricos e de energia elétrica à região. O principal foco dos estudos foi o projeto de aproveitamento do cânion do rio Jequitaí.

Durante a Jornada das Águas, realizada em outubro passado, o MDR anunciou R$ 20 milhões para obras complementares na Barragem de Jequitaí, como realocação de pontes e galerias. O empreendimento também será capaz de controlar cheias na região. Saiba mais neste link.  

Outros projetos

O PHJ é um dos projetos de infraestrutura e irrigação que está sendo estruturado para parceria com a iniciativa privada, visando a aumentar a participação dos investimentos privados no setor. O Projeto de Irrigação do Baixio do Irecê também já foi iniciado, teve os estudos concluídos e está com o leilão marcado para dia 10 de fevereiro de 2022. O MDR iniciou, na segunda-feira (6), um roadshow para apresentar o projeto a investidores do setor.

Em outra frente, está sendo trabalhada a atualização do marco legal e normativo do setor, garantindo maior clareza às regras e procedimentos de execução dos empreendimentos de infraestrutura hídrica e de irrigação.

O Procedimento de Manifestação de Interesse é coordenado pela Codevasf e pode ser acompanhado neste link.

Fonte: Brasil 61

COVID-19: Brasil vacina 80% da população alvo com duas dosesBloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade
Please follow and like us:
Pin Share
Esta entrada foi publicada em notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.